O Museu da Casa Brasileira recebe em novembro o projeto  "Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes", um encontro e uma exposição de artistas do Brasil e da Holanda que criam com materiais reutilizados. No dia 6, será aberta uma exposição com obras selecionadas dos artistas de rua, artistas visuais, designers e arquitetos dos dois países.

Divulgação

Créditos: Divulgação

Obras serão feitas no próprio museu

Após a abertura da exposição, os participantes irão percorrer cooperativas de reciclagem em São Paulo. Eles vão recolher material para uma produção coletiva aberta ao público entre os dias 8 e 10 de novembro. A partir do sábado, 10, as peças produzidas durante o intercâmbio ficarão expostas junto às pré-selecionadas. A exposição ficará em cartaz até o dia 25.

Este dia, no entanto, não marcará o fim da troca de experiência entre as culturas. No ano que vem haverá um evento semelhante no MOTI – Museu da Imagem, em Breda, na Holanda. Os participantes das duas edições do evento serão os brasileiros Thiago Bender (artista de rua), Rodrigo Bueno (artista visual) e Christian Ullmann (designer) e os holandeses Klaas Kuiken (designer), Jan Eric Visser (artista visual) e o coletivo Refunc (arquitetos e designers).

Segundo as curadoras Mara Gama (Brasil) e Joanna van der Zanden (Holanda), o objetivo é descobrir as diferenças no modo de ver o resíduo sólido e procurar caminhos para mudar o aspecto negativo atrelado ao material descartado.