Menos da metade dos domicílios de São Paulo participa da coleta seletiva. Em 59% das residências na cidade, materiais como latas, vidros e plásticos se misturam ao lixo comum e vão para os locais de descarte sem serem reaproveitados. Veja os passos para que sua casa faça parte do sistema de coleta seletiva.

A primeira coisa a ser feita é descobrir se sua rua está no trajeto dos caminhões do serviço. Para isto, você deve entrar nos sites da Ecourbis (zonas leste e sul) e da Loga (zonas norte e oeste). Se a sua casa está dentro da área de cobertura, basta verificar o horário que o serviço passa e separar o lixo adequadamente (leia abaixo).

Divulgação

Créditos: Divulgação

Uma das centrais de triagem da coleta seletiva de São Paulo

Caso você more em uma rua -- ou em um trecho de uma rua -- que não é atendido pela coleta, há maneiras de se juntar aos 1,5 milhão de domicílios que participam do sistema. Se sua casa fica próxima a ruas que fazem parte do trajeto dos caminhões ou de uma das cooperativas de triagem, basta ligar no 156 e pedir para que os funcionários da coleta passem também na sua casa.

Se os caminhões da coleta seletiva não passam perto da região em que você mora, você também deve ligar no 156 e requisitar o serviço. Até que a coleta chegue a sua região, uma opção é levar o material reciclado a um dos 1.500 pontos de entrega voluntaria disponíveis na cidade.

Como separar o lixo

Não é necessário separar o material reciclável por tipo. A prefeitura pede apenas que o lixo úmido e o seco fique em sacolas diferentes. Entre os materiais que devem ser enviados às centrais de triagem estão itens de plástico, como garrafas e embalagens; isopor; latas de cerveja e refrigerante; molas e latas de metais ferrosos; jornais , revistas e embalagens longa-vida e frascos e garrafas de vidros. Cerâmicas, acrílicos, fotografias, lâmpadas fluorescentes e pilhas não podem ser descartados desta forma. A lista completa do que deve e do que não deve ir para a coleta seletiva você encontra no site da prefeitura.

Para qualquer dúvida ou problema em relação a coleta, o cidadão pode ligar para o 156 ou para o Alô Limpeza (11-3397-1723/24).