No início, a ideia era criar uma plataforma que reunisse mestres e doutores para criarem cursos e compartilhá-los em encontros presenciais. Ao conversar com alguns amigos, que sugeriram que o conhecimento poderia partir não apenas de acadêmicos, Patrícia Guedes, 27, mudou de ideia.

Ela ouviu esses conselhos e criou, no começo de 2012, o Sabixão, uma plataforma de crowdlearning que permite que qualquer pessoa organize turmas para cursos presenciais, gratuitos ou não, sobre algum tema que dominem. Preocupada com limitação de espaço e tempo que acabam limitando a adesão aos encontros, desde o início do mês, Patrícia passou também a incorporar o uso de videoconferências.

“Há muitas pessoas interessadas em estudar com alguém disposto a dar um curso de seu interesse, mas quando é preciso se deslocar de casa para outra cidade ou estado, isso pode ser uma barreira”, afirma Patrícia.

Para ler esta matéria na íntegra, clique aqui.