Um terreno de 13 mil metros quadrados em Pinheiros (zona oeste de São Paulo), que durante muito tempo ficou sem uso público por conter substâncias tóxicas, passará a abrigar uma praça aberta à população a partir de amanhã, dia 04 .

Projetada pelas arquitetas Anna Julia Dietzsch e Adriana Blay Levisky, a praça Victor Civita está localizada próximo à marginal Pinheiros, onde até 1989 funcionou o incinerador de Pinheiros- que processava resíduos domiciliares e hospitalares.
Ela será inaugurada hoje à noite com uma cerimônia para 600 convidados, onde haverá a apresentação da Orquestra Filarmônica Paulista e do cantor Carlos Lyra.

A área estava degradada porque amostras do terreno apontaram a presença de substâncias tóxicas como dioxinas e metais pesados em quantidades acima do aceitável, de acordo com o Instituto Abril, responsável pela recuperação do local.

O projeto de recuperação contou com a orientação da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). Para evitar risco aos usuários, um grande deque de madeira, colocado sobre vigas de aço e distante 1,10 metro do solo, foi disposto por todo o terreno.

Sobre o deque, foram colocados aparelhos de ginástica, bancos, um palco para apresentações culturais e uma arquibancada. Haverá ainda um centro de convivência para a terceira idade, com atividades permanentes para idosos.
O antigo incinerador foi mantido, mas passou por um processo de raspagem das paredes para a retirada de todos os resíduos. No espaço funcionará uma área de exposições de assuntos relacionados ao ambiente e à sustentabilidade, temas que permeiam todo o conceito arquitetônico e paisagístico da praça. As plantas, por exemplo, serão regadas por água da chuva e de reúso -utilizada nos banheiros do local e posteriormente tratada na própria praça.

O bosque original, de 2.400 metros quadrados, também foi mantido, mas foi isolado por grades, para evitar contato das pessoas com as árvores que podem ainda ter substâncias tóxicas. "É um projeto inovador, totalmente seguro. Importante para uma cidade como São Paulo, que tem poucos espaços públicos disponíveis", disse a arquiteta Anna.

Para a semana de inauguração, foram programados debates, palestras, apresentações musicais e oficinas de pintura. Todas as atividades são gratuitas. Veja a programação no site www.pracavictorcivita.org.br.

As informações são da Folha de S.Paulo.

PROGRAMAÇÃO:
A programação de atividades da Praça Victor Civita é totalmente aberta à comunidade, com atividades gratuitas. Acompanhe o calendário para a primeira semana de novembro:

Segunda, 03/11 - Inauguração Oficial da Praça para autoridades, a partir das 19h

Terça, 04/11 - Abertura da Praça para o público:

9h - Palestra "Envelhecimento Saudável", com o Dr. Wilson Jacob, do Hospital das Clínicas. Acontece no palco, com arquibancada para 250 pessoas.

12h - Debate "Sustentabilidade: o que é, afinal?", com Renato Janine Ribeiro (filósofo da Capes); João Furtado (professor da FEA-USP) e Hélio Mattar (presidente do Instituto Akatu). Os convidados serão mediados pela jornalista Patrícia Palumbro, da Rádio Eldorado, e todo o debate será gravado e transformado em um programa da série Planeta Eldorado na Praça. A gravação acontece no 1º andar do prédio do Museu.

13h - Apresentação do grupo musical mineiro UAKTI no palco, com arquibancada para 250 pessoas.

A exposição permanente instalada no prédio do antigo Incinerador Pinheiros já está aberta à visitação gratuita.

Quarta, 05/11 - Atividades esportivas e culturais

9h30 - Esporte em equipamentos de ginástica instalados ao ar livre, com a monitoria de profissionais da Academia Bio Ritmo. As atividades serão voltadas ao público da terceira idade.

12h - Concerto didático de música erudita com o grupo Novo Ovo Novo, oferecido pelo SESC São Paulo. Acompanhados por bailarinos que fazem uma performance de dança circular, os músicos executam obras de música barroca no palco, com arquibancada para 250 pessoas.

Quinta, 06/11 - Concertos no Palco são gratuitos

12h - O jornalista Gilberto Dimenstein apresenta, em um concerto didático de música popular no palco, o samba paulista do grupo Cafeína e do instrumentista Charles da Flauta.

Sexta, 07/11 - Sexta-feira tem Meio-Dia na Praça

12h - Concerto com a Orquestra Pão de Açúcar e o flautista Toninho Carrasqueira marca o "Meio-Dia na Praça", no horário nobre de funcionamento do local durante os dias úteis. O evento acontece no palco.

Sábado, 08/11 - Educação ambiental e teatro para Crianças

9h30 - Atividades esportivas na Praça coordenadas por profissionais da Academia Bio Ritmo, abertas a todos os públicos.

8h30 - Início das atividades de educação ambiental na Praça. Recebidas pelos profissionais do Instituto Verdescola, crianças de escolas públicas e projetos sociais do entorno da Praça vão participar de uma trilha ecológica e de atividades que acontecem na oficina e na horta, construídas para este fim.

10h - Logo após o passeio educativo, as crianças serão acomodadas na arquibancada on de vão assistir ao espetáculo teatral "O doente imaginário", adaptado do texto do dramaturgo francês Molière, pelos profissionais das Oficinas Culturais do Estado.

*Para inscrever sua escola para participar do programa de educação ambiental na Praça Victor Civita, basta ligar para o telefone (11) 3034-4310, e conversar com um dos profissionais do Instituto Verdescola.

Domingo, 09/11 - Incentivo à leitura e música na Praça

9h30 - Atividades esportivas na Praça, com monitores da Academia Bio Ritmo, abertas para todos os públicos.

11h - Apresentação musical do Centro Experimental de Música do SESC São Paulo no palco, com capacidade para 250 espectadores sentados.

16h - Contação de Histórias para Crianças com a atriz Kiara Terra. Um projeto oferecido pelas Editoras Ática e Scipione.