Quando falamos em planejar uma viagem, logo pensamos nos gastos que elas nos trazem, nas conversões malucas entre real, dólar, euro, nas dúvidas se realmente o dinheiro será suficiente...  Porém, hoje, na era do colaborativismo podemos encontrar uma infinidade de facilidades que nos permitem conhecer o mundo com menos dinheiro. Basta estar ligado ao que esse paraíso pode te oferecer.

Para poder me manter por mais tempo viajando, eu incorporei ao esquema work exchange, que nada mais é do que trabalhar em troca de casa e alimentação, e uso também plataformas como o Couchsurfing, onde é possível se hospedar na casa de pessoas sem pagar nada por isso. Dessa forma, eu consigo cortar alguns dos maiores custos necessários para se realizar uma viagem.

Créditos: Amanda Barbosa - arquivo pessoal

Windandseaa Beach - San Diego/CA

Durante os dois primeiros meses na California, a minha intenção era fazer uma imersão no idioma e na cultura local. Por isso, eu optei por morar, através de work exchange, em Sacramento, capital do estado, localizada a uma hora e meia de San Francisco (veja como foi a experiência aqui). Após, isso, eu mudei para San Diego, onde tive uma experiência de work exchange por alguns dias e passei as duas últimas semanas de viagem exclusivamente a lazer.

Foram três meses de viagem no total, e eu vou mostrar aqui, através de números reais, como gastei ao todo  R$ 5.522,70, incluindo passagens aéreas, considerando a cotação do dólar a R$ 3,26.

R$ 1.300,00
Passagem aérea
ida e volta: São Paulo - Miami -  usando pontos + milhas (para visitar família que reside lá)
R$ 1.219,00
Passagem aérea
Ida e volta Miami - California, incluindo uma bagagem de 72 libras  despachada para cada trecho
R$ 391,20
($ 40,00/mês)
Telefonia
Plano pré-pago T-Mobile com Internet 4G de 5GB, mensagem de texto ilimitada e 100 min de ligações
R$ 800,00
 ($ 35,06/semana)
Gastos em geral nas primeiras sete semanas em Sacramento
Considerando que durante esses tempo, eu fiz work exchange, e os gastos eram apenas para o meu divertimento e necessidades em geral como higiene pessoal e passeios pela região aos finais de semana.
R$ 244,50                   ($ 75,00)
Passagem terrestre
Ida de Sacramento para San Diego, incluindo dois trens e um ônibus.
R$, 00,00
Work exchange de 10 dias
Imersão em uma fazenda espiritual próxima a San Diego
 R$ 241,24                  ($ 74,00)
acomodação em San Diego *
Duas noites em um hostel localizado em Downtown
R$ 1326,76                 ($ 27,13/dia)
15 dias em San Diego
Valor médio por dia, incluindo transporte, alimentação e lazer
total: R$ 5522,70

* O único gasto que tive com estadia foram duas noites em um hostel em San Diego. Em todos os outros momentos que eu não estava fazendo work exchange, eu dormi de graça através do Couchsurfing. Durante 14 dias, eu fiquei em quatro casas diferentes (pelo bom senso, duas noites é a média aceita pela maioria das pessoas). No último Couchsurfing, eu fiquei muito amiga da pessoa que me hospedou, e fui convidada a ficar lá até o final da viagem.

PSX_20150730_155431

Créditos: Amanda Barbosa - arquivo pessoal

San Francisco/CA

Incrível não?

Hoje, alguns dias depois de chegar ao Brasil, eu bato no peito e digo com todas as letras que essa foi sem sombra de dúvidas a melhor viagem que já fiz em toda a minha vida, e coincidentemente a que teve o orçamento mais baixo. Certamente o que a tornou tão especial foi ter aprendido a deixar de lado preconceitos, medos e resistências para me permitir experimentar o novo e tudo o que o Universo reservou para mim. Conheci pessoas especiais, visitei lugares de tirar o fôlego, dormi desde um sofá de dois lugares até um yacht luxuoso. Rezei, chorei e gargalhei!

Então, independente de viajar com muito ou pouco dinheiro, o segredo é estar em paz consigo mesmo e com o coração aberto para aproveitar ao máximo tudo aquilo que a vida tem a nos mostrar. Desapegue de tudo o que te causa dependência ou desejo, e eu garanto que nada mais será como antes.

 Por Amanda Barbosa, do blog Por Uma Vida Mais Rica. Siga a página no Facebook e Instagram.

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.