Viajar para a Irlanda é mais do que apenas visitar um país na Europa. É ter a oportunidade de entrar em contato com uma cultura riquíssima, recheada de personagens, lendas e histórias que têm se espalhado pelo mundo nas últimas décadas. Talvez seja por esse motivo até que o destino é hoje um dos mais procurados pelos brasileiros para intercâmbio.

Elfos, duendes e inspiração celta estão entre as muitas tradições que o país abriga. Será praticamente impossível não conhecer e se apaixonar.

1 – A tradição das portas coloridas

Créditos: mustafa6noz/iStock

As portas coloridas são uma tradição na Irlanda

Praticamente todas as casas da Irlanda têm as suas portas coloridas. E você sabe qual é o motivo? Há duas explicações possíveis. Uma diz que em 1861 a rainha Victoria, decretou que todos deveriam colocar uma bandeira preta na porta em sinal de luto pela morte do Príncipe Albert.

Porém, um engraçadinho decidiu fazer o oposto e pintou a porta de casa com uma cor alegre, sendo rapidamente copiado por outros irlandeses. Já outra explicação diz que, como os homens costumavam voltar bêbados para a casa, pintar a porta de uma cor diferente facilitaria a localização.

2 – A figura do Leprechaun

O leprechaun é uma figura mitológica do folclore da Irlanda. Eles são considerados os guardiões da localização de vários tesouros escondidos. Para se obter esses tesouros, diz a lenda, é preciso capturar um leprechaun e não perdê-lo nunca mais de vista.

Como acontece com muitas criaturas mitológicas, é preciso que você o encontre antes que ele veja você. Dessa forma, o duende irlandês se torna mais cooperativo e ajuda você a encontrar o pote de ouro escondido.

3 – Devoção à Saint Patrick

© leomacedonio

Créditos: © leomacedonio

Carros alegóricos e bandas fazem parte da parada em Dublin

No dia 17 de março se comemora o dia de São Patrício (Saint Patrick), o santo padroeiro da Irlanda. Nesse dia, as pessoas se vestem de verde e branco e saem às ruas para celebrar. As celebrações públicas são recentes – começaram em 1997 -, mas o feriado de São Patrício foi imposto pela Igreja Católica em 1903.

Patrício foi um dos principais missionários a serviço de Roma na Irlanda durante o século V. Entre os seus métodos de evangelização ele incluía o uso de um trevo de três folhas para explicar a doutrina da Santíssima Trindade.

Selo Facilite

4 – Paixão pela cor verde

Essa tradição também tem origem na devoção a São Patrício. Depois de sua morte, os fieis usavam fitas verdes e trevos nas datas festivas que se tem conhecimento a partir do século 18. Por volta de 1798, soldados irlandeses adotaram essas cores na esperança de propagar ideais políticos.

Se estiver fazendo uma viagem pela Irlanda e ouvir a expressão “the wearing of the green” (que significa "vestindo o verde”) significa usar um trevo ou então qualquer peça de roupa da cor verde.

5 – Paixão pelo chá

Créditos: levers2007/iStock

Assim como os brasileiros bebem muito café, os irlandeses tomam chá

Sempre que falamos de paixão pelo chá logo associamos essa tradição aos ingleses e o seu “chá das cinco”, não é mesmo? Porém, é na Irlanda que o amor pela bebida se tornou verdadeiramente uma mania. Assim como os brasileiros bebem muito café, os irlandeses tomam chá.

O aspecto curioso é que eles não costumam tomar o chá puro, mas sim misturado com leite. Trata-se de um hábito bastante peculiar e que não é visto em outras partes do mundo.

6 – O idioma original era o gaélico

Quando você for fazer seu intercâmbio na Irlanda, é bem provável que a sua expectativa seja a aperfeiçoar o inglês. Porém, o que poucos sabem, é que você pode sair de lá com conhecimentos em uma segunda língua, o gaélico.

O gaélico não é mais usado no dia a dia pelos irlandeses, mas ele ainda é ensinado em algumas escolas e pelo menos 40% da população fala muito bem o idioma. O gaélico foi a primeira língua oficial do país e tem uma curiosidade interessante: as palavras “sim” e “não” não existem no idioma.
7 – A cultura dos pubs

Créditos: iStock/Angelafoto

Ir a um pub na Irlanda é mais do que simplesmente se sentar em uma mesa de bar e beber

Você pode até pensar que os bares existem em todos os lugares e, portanto, eles não podem ser considerados a tradição de um país em específico. No entanto, na Irlanda é diferente. O termo “pub” se refere originalmente a “public house”.

Ir a um pub é mais do que simplesmente se sentar em uma mesa de bar e beber. Com o passar do tempo esses locais se tornaram pontos de encontro para que amigos e vizinhos possam conversar e colocar o papo em dia. O estilo dos pubs varia de acordo com a região, portanto podemos dizer que nenhum é igual a outro.

A cultura irlandesa é riquíssima e tendo a oportunidade de estar para estudar, seja por um mês ou por um período maior, você terá a chance de mergulhar na cultura local de uma forma impressionantes. As particularidades do país são muitas e não falamos aqui da maioria delas.

Por exemplo, outro item que merece um artigo à parte é a culinária local. A maior parte dos pratos leva a batata como ingrediente principal e há uma grande variedade de receitas típicas em cada região da Irlanda. Vale a pena provar o máximo de iguarias que você conseguir.

Irlanda é um dos principais destinos para intercâmbio