Edimburgo é uma das mais belas capitais da Europa, cujo charme se deve à uma mistura única de natureza, história, cultura, arquitetura, arte e diversas paisagens cênicas e pitorescas de tirar o fôlego. Suas atrações incluem alguns dos mais antigos e históricos monumentos e construções da Escócia e do Reino Unido, já que o país ainda mantém fortemente quase todas suas tradições de anos atrás, como as gaitas de foles e os kilts (saias) coloridos, além da estrutura medieval da cidade, que tem o cenário dominado pelo Castelo de Edimburgo, construído sobre uma rocha de origem vulcânica e podendo ser visto de diversos pontos.

foto_extra

Créditos: foto_extra

Vista panorâmica da cidade de Edimburgo, capital da Escócia

Apesar de ser a capital escocesa, Edimburgo é um lugar compacto onde todos os seus principais atrativos estão concentrados na região central, o que facilita a viagem e não é necessário muitos dias para conhecer a cidade a fundo e com calma. Mas para que você não perca seu tempo procurando o que fazer e onde ir, o Dubbi montou um roteiro de três dias que inclui tudo que todo turista deve saber ao visitar a capital.

1º dia

Comece a viagem já com grande estilo no mais importante castelo e principal ponto turístico da cidade, o Castelo de Edimburgo. Nós aconselhamos chegar logo cedo para que você consiga tirar fotos no pátio em frente à essa belíssima construção antes da chegada da multidão de turistas, e então passe o resto da sua manhã conhecendo as exposições internas até uma hora da tarde, quando ocorre a tradicional cerimônia do tiro do canhão.

Saindo de lá, desça pela famosa rua da Royal Mile para almoçar em um dos vários pubs ou restaurantes; em seguida, aproveite para explorar aquela região e visitar a Câmara Obscura, um museu interativo muito interessante dedicado a ilusões de ótica, e, logo ali à frente, o Scotch Whisky Experience, um tour que mostra como o uísque escocês é feito. Você pode então terminar o dia na St Giles’ Cathedral, que fica apenas a uma quadra de distância e é considerada a igreja matriz do presbiterianismo.

2º dia

Nós aconselhamos reservar o segundo dia para fazer uma walking tour fora da rua principal (a Royal Mile), onde você poderá conhecer outros atrativos e também as áreas verdes da cidade. A primeira parada é no Princess Gardens, um extenso parque que oferece uma das mais belas vistas para o Castelo de Edimburgo e para Castle Rock; a segunda parada é o Scott Monument, que homenageia o escritor Sir Walter Scott; a terceira parada é Calton Hill, uma grande área verde situada no coração da capital escocesa que possui a vista panorâmica mais privilegiada da região do topo de sua colina e também abriga muitos monumentos; descendo a colina, você irá encontrar o Scottish Parliament Building, e, em frente ao parlamento, o Palace of Holyroodhouse, moradia oficial da Rainha quando ela está na Escócia. Se ainda lhe sobrar tempo depois da tour, você pode conhecer alguns museus, como o Dynamic Earth, o Mary King’s Close, entre outros.

3º dia

No último dia, aproveite uma manhã tranquila passeando pelo National Museum of Scotland, museu com exposições bastante variadas, como artigos do Egito Antigo, uma área de história natural, curiosidades do mundo, história da Escócia, animais empalhados e até mesmo a Ovelha Dolly. Antes do almoço, vá para o Greyfriars Bobby para conhecer a estátua, fonte e túmulo em homenagem ao famoso cão que guardou a sepultura de seu dono por 14 anos; há também um pub, o Greyfriars Bobby’s Bar, que faz parte da atração e onde você pode almoçar após o passeio.

Durante a tarde, existem duas opções para escolher: para quem é fã dos livros do Harry Potter, o Potter Trail é um interessante walking tour gratuito que passa por alguns lugares que serviram de inspiração para a escritora J.K. Rowling e onde ela teria escrito o primeiro esboço, etc.; a segunda opção é para quem prefere passeios com mais emoção, tendo que escalar 250 metros até o topo do Arthur’s Seat, maior pico do grupo de colinas que dominam a paisagem de Edimburgo, formado pela atividade vulcânica de 340 milhões anos atrás.

Edimburgo tem ótima estrutura hoteleira e oferece acomodações para todos os estilos, desde os bed and breakfast e aluguel de apartamento até albergues estudantis e hotéis luxuosos. Para facilitar o acesso aos passeios, procure ficar, se possível, em lugar com localização estratégica, como nas ruas principais, a Royal Mile e a Princes Street – nós sugerimos os hotéis Old Waverley, o Mercure Edinburgh City, o Ibis Edinburgh Centre South Bridge, o Greyfriars Apartments e o Jurys Inn Edinburgh.