5 lições de vida importantíssimas que aprendemos com o MasterChef

São lições que servem tanto para o mercado de trabalho como para as relações pessoais

Por: Superela | Comunicar erro

É inegável o quanto nós, espectadores, aprendemos com o MasterChef Brasil. Pode até parecer que não, mas a cada episódio são apresentadas a nós diversas lições de vida. Afinal, o programa é formado por pessoas que erram, aprendem, ensinam, competem, perdem e vencem. E a chuva de audiência que esse reality recebe me faz bastante esperançosa, porque sei que, assim como eu, milhões e milhões de outras pessoas também estão absorvendo algumas coisas importantes.

E bem, sem mais delongas, hoje eu trouxe uma seleção de…

5 lições de vida que aprendemos com o Masterchef Brasil
Bora lá?

1 – Seja original

Masterchef Brasil

Hoje em dia, no mercado de trabalho, temos várias pessoas que fazem seu trabalho bem-feito, porém, não arriscam, e nem inovam. E o que aprendemos com o MasterChef Brasil, justamente por este ser uma competição, é a sobressair em nossas tarefas. Para os competidores do programa, não adianta ser aquele que têm mais o arroz soltinho e saboroso (a não ser que a tarefa seja essa). Os jurados avaliam a apresentação dos pratos, a criatividade na forma como usam os ingredientes e, é claro, o sabor. E se tem uma coisa que a gente pode aprender com isso é que quem arrisca, não petisca.

São vários profissionais no mercado de trabalho que sabem fazer a mesma coisa que você. Por que, então, a empresa deve escolher você, e não a outra pessoa? Saiba se destacar, procure por seus pontos fortes e melhore os fracos. E, se possível, acrescente salsinha e cebolinha!

2 – Passo a passo e persistência

Ninguém começa de cima, e isso muitos de nós aprendemos com o MasterChef Brasil. Aliás, as pessoas que concorrem são, em sua maioria, aspirantes a chefs que sonham em ter um estabelecimento próprio, porém, sem recursos para tal. E os jurados, inclusive, nos lembram muito disso.

A chef Paola Carosella, por exemplo, foi trabalhar em cozinhas de diversos restaurantes depois de se formar no Ensino Médio. Faculdade de Gastronomia não era uma coisa muito falada na época, então ela foi, literalmente, aprender com quem já sabia muito. Sua comida começou a fazer sucesso e, aos poucos, ela foi conhecendo alguns chefs até que se tornar aprendiz de um deles. Após decidir abrir o seu negócio, é claro que ela teve que aprender mais sobre administração e empreendedorismo. Após 25 anos de muito esforço, hoje ela é dona de 3 estabelecimentos.

Então assim: avançar na carreira e na vida profissional não é fácil. Serão levados muitos tombos, mas todos esses recheados de aprendizados. E com eles, vamos todos aprendendo a trilhar o caminho do sucesso. Paciência e perseverança. É disso que precisamos.

3 – As coisas nem sempre são tão fáceis quanto parecem

Continue lendo no Superela clicando aqui.

Texto escrito por Luisa Rodrigues para o Superela

Compartilhe: