Acusado de tráfico sexual, bilionário é encontrado morto

Duas semanas atrás, Jeffrey Epstein foi ferido em sua cela

Por: Redação Comunicar erro

O empresário bilionário Jeffrey Epstein foi encontrado morto em sua cela no Metropolitan Correctional Center, onde aguardava julgamento por tráfico sexual e abuso sexual de menores. Amigo de personalidades como o presidente Donald Trump e Bill Clinton, Epstein acabou preso em julho deste ano.

As circunstâncias da morte ainda não foram esclarecidas, mas a imprensa internacional trata como suicídio. Semanas atrás, ele foi encontrado com ferimentos no pescoço.

Crédito: Divulgação/Departamento de polícia da Flórida (EUA)Epstein foi detido acusado de praticar sexo com menores de idade

Proprietário da Financial Trust Company, o consultor de investimentos enfrenta a justiça desde 2008 quando foi condenado por contratar serviços sexuais de adolescentes, algumas tinham apenas 13 anos. Na época, ele admitiu o crime, sendo condenado a 13 meses de prisão e a pagar indenizações às vítimas.

A promotoria dos EUA acusou o empresário de abusar de mais de 30 jovens. Ele pagava por massagens, chegando a prometer financiar os estudos universitários. Epstein foi detido no aeroporto de New Jersey quando retornava da França.

DENUNCIE – DISQUE 100

Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.

Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutelares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias.

Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher.

Compartilhe: