Igreja em MG leva trote e anuncia morte de mulher que está viva

A pegadinha virou caso de polícia na pacata cidade de Conceição do Mato Dentro

Por: Redação | Comunicar erro

Uma brincadeira de 1º de Abril virou caso de polícia na pacata cidade de Conceição do Mato Dentro, na região central de Minas Gerais.

Na última segunda-feira o serviço de alto-falante do Santuário Bom Jesus do Matosinho anunciou a morte da uma moradora da cidade.

Só que Patrícia Natividade Amorim, 32 anos, a suposta falecida, está viva.

Em entrevista ao UOL, ela disse soube da notícia de sua morte por telefone e ficou bastante chateada com a brincadeira

“Eu estava trabalhando na hora, começaram a me ligar dizendo que eu tinha morrido. Eu não entendi nada”, disse ele.

Minas Gerais
Crédito: Reprodução/FacebookPatrícia Natividade Amorim, 32, foi anunciada como morta por igreja em MG, mas estava viva

“Fiquei muito triste e me senti muito mal. Comecei a chorar, porque eu tenho uma filha de 12 anos e ela mora com minha mãe, em Conceição, e ela ouviu e ficou chocada. É um absurdo alguém desejar a morte”.

A Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado.

De acordo com a secretária do Santuário Bom Jesus de Matosinhos, “é um costume bem antigo anunciar na igreja falecimentos, missa de sétimo dia, cursos…”.

Ao G1, ela disse que foi quem atendeu a ligação com o trote.

Segundo a secretária, a partir de agora, a igreja só vai anunciar casos de falecimento quando alguém da família for pessoalmente à paróquia e levar documentos que comprovem o óbito.

Compartilhe: