Últimas notícias:

Loading...

Irmã do rapper Criolo morre vítima da covid-19, aos 39 anos

Sem dar muitos detalhes sobre a morte, a mãe de Cleane Gomes fez uma homenagem a ela no Instagram

Por: Redação

A educadora e artista circense Cleane Gomes, de 39 anos, irmã do rapper Criolo, morreu no último sábado, 5, vítima das complicações da covid-19. A mãe dos dois, a poetisa Maria Vilani, publicou uma mensagem em homenagem a ela nas redes sociais.

criolo
Crédito: Reprodução/Instagram/@CriloIrmã do rapper Criolo morre de covid-19

“Papai do Céu presenteou-me com dois meninos maravilhosos, e depois de sete anos você chegou, depois de uma gravidez muito difícil, pois parecia que você não queria vir a esse mundo, mas aceitou a missão para fazer-me feliz. Você chegou por meio de parto normal, o mais suave possível, o parto que menos doeu. Você iluminou a minha vida de sofredora de favela, e por você seu pai moveu o mundo para sairmos da favela, quando você completou quatro meses de vida nesse Planeta saímos da favela”, escreveu.

“Minha filha, você foi boa mãe, boa filha, boa irmã, magnífica tia, uma excelente amiga e professora, uma grande artista circense e cênica, artista plástica, compositora e poeta das boas. Dona de um coração maior que o corpo. Aprendi muito com você”, completou.

Maria Vilani ainda disse acreditar que a filha partiu no momento que tinha que ser. “Não sinto revolta pela pandemia, nem pelo descaso do governo em relação às vacinas, porque sinto no meu coração e na minha alma que você partiu no seu momento de partir, se não fosse a covid-19, seria qualquer outro motivo”, afirma.

“O que lamento nesse momento é mandar esse texto para o mundo, sem a sua revisão, você revisava tudo antes de eu postar nas redes sociais, o texto vai cheio de erros, mas cheio de amor, aceitação e resignação. Deus te abençoe. Mamãe Maria Vilani. São Paulo, 07 de junho de 2021 – 19h35.”, finaliza.

Compartilhe: