Irmãos morrem na mesma noite por causa de analgésico

Por: Redação
Crédito: Reprodução/CNNFamília Savage com Nick e Jack

Atualmente Becky Savage dedica sua vida a conscientizar pessoas sobre o perigo da automedicação. Depois de perder dois filhos no mesmo dia, ela relata como tudo aconteceu em entrevista à CNN.

“Tudo parecia um borrão aquele dia”, desabafa a mãe ao explicar como que encontrou os filhos sem vida. Na manhã de 14 de junho de 2015, Becky entrou no quarto de seu filho mais velho, Nick, ao tentar acorda-lo percebeu que o jovem não se mexia. Foi então, que começou a gritar por Jack, seu outro filho que também não apareceu.

Nick dormia no porão com os amigos e apenas os garotos acordaram, desesperada ela ligou para o 911. “Eu me lembro de um deles chegando e pedindo para chamar um médico. Foi a última coisa que eu lembro daquele dia”, relata.

Na noite anterior, os irmãos haviam ida a festa de formatura quando misturaram analgésicos com bebida alcoólica. Um erro que custou a vida dos dois, os rapazes sofreram overdose acidental de hidrocodona e álcool.

SAIBA SOBRE OS ESTÁGIOS DA INGESTÃO DE ÁLCOOL NO CORPO

Após um ano, Becky foi convidada a palestrar para menores de idade sobre o risco do consumo de álcool. “Eu nunca tinha falado em público antes e me garantiram que haveria pessoas de 15 a 20 anos lá. Então, eu concordei, e mais de 200 pessoas apareceram.”

Outras palestrar foram aparecendo, até que a família decidiu criar a Fundação 525 (o número é a junção as camisetas do time de hockey de Jack e Nick), para evitar que outros jovens morram precocemente.

Compartilhe: