Jornalista Kitty Balieiro morre aos 62 anos em São Paulo

Ela destacou por ser uma das pouquíssimas mulheres atuando no jornalismo esportivo no início dos anos 80

Por: Redação

A jornalista Kitty Balieiro, 62 anos, morreu neste sábado, 23, em São Paulo, em decorrência de um infarto. Ela foi uma das pioneiras da inclusão da mulher no jornalismo esportivo, cobrindo olimpíadas e Copa do Mundo.

Kitty Balieiro teve passagens por SBT, TV Globo, Record e ESPN, por onde ficou 17 anos.

Crédito: Reprodução/FacebookJornalista Kitty Balieiro morreu aos 62 anos na noite deste sábado em São Paulo

Começou a carreira na antiga TV Bauru – hoje TV TEM, afiliada da TV Globo, e se destacou por ser uma das pouquíssimas mulheres atuando no jornalismo esportivo no início da década de 1980.

Participou das coberturas das Olimpíadas de Los Angeles (1984); Barcelona (1992) e Seul (1998) e da Copa da Itália (1990).

Em 2011 Kitty Balieiro recebeu o prêmio Regiane Ritter, da ACESP (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), por sua contribuição ao jornalismo esportivo e por ter atuado na inclusão das mulheres na área.

De acordo com o G1, atualmente a jornalista se dedicava a diversos trabalhos voluntários e comandava uma associação beneficente que ajuda moradores de rua e comunidades pobres em São Paulo.

Jornalistas, atletas e entidades publicaram mensagens de apoio à família de Kitty Balieiro nas redes sociais.

Compartilhe: