Mama Bruschetta fala sobre câncer após cirurgia para tirar o estômago

"As fake news não venceram. Não morri, não faleci. Estou muito bem e respondendo a todos os testes e exames que tenho feito", disse a apresentadora

Por: Redação

Mama Bruschetta fala sobre câncer após cirurgia para tirar o estômago, realizada na última quarta-feira, 4, no Hospital São Luiz, em São Paulo. “Não estou em estado terminal”, afirmou a apresentadora em entrevista ao portal ‘Notícias da TV’, nesta segunda-feira,9. Ela ainda está internada, mas já saiu da UTI.

mama bruschetta câncer
Crédito: Reprodução/InstagramMama Bruschetta fala sobre câncer após cirurgia para tirar o estômago

“As fake news não venceram. Não morri, não faleci. Estou muito bem e respondendo a todos os testes e exames que tenho feito”, disse a apresentadora que teve seu nome envolvido em notícias falsas, nos últimos dias.

“Estou muito bem. Já estou me preparando para fazer a quimioterapia e radioterapia em alguns dias”, disse Mama Bruschetta.

Ela já saiu da dieta líquida e está na fase pastosa e em cerca de dez dias, iniciará a quimioterapia e radioterapia, segundo sua assessoria de imprensa.

De acordo com o último boletim médico, Mamma Bruschetta permanece internada em observação, no quarto do hospital.

“A paciente encontra-se bem, estável, sem intercorrências e se alimentando normalmente. A previsão é que nos próximos dias seja iniciado o tratamento com quimioterapia e radioterapia. No momento, não há previsão de alta hospitalar”, diz a nota assinada pelos médicos Jorge Luiz Nahás, cirurgião oncológico, Fernando Sogayar, diretor médico do Hospital São Luiz Itaim e o diretor-geral José Jair James.

Na operação, foi retirado o estômago de Mamma, eliminando os 30% de chance do câncer voltar.

Em novembro, a apresentadora foi submetida a uma primeira operação para a retirada de um tumor maligno no esôfago.

A apresentadora descobriu o câncer após ser submetida a endoscopia, em 15 de novembro, quando se preparava para realizar uma cirurgia bariátrica.

Em entrevistas anteriores, Mamma Bruschetta afirmou que a cirugia bariátrica ainda está nos seus planos.

O que é câncer de esôfago?

No Brasil, o câncer de esôfago (tubo que liga a garganta ao estômago) é o sexto mais frequente entre os homens e o 15º entre as mulheres, excetuando-se o câncer de pele não melanoma.

Sintomas e sinais

Em sua fase inicial, o câncer de esôfago não apresenta sinais. Porém, com a progressão da doença, podem surgir sintomas tais como dificuldade ou dor ao engolir, dor retroesternal (atrás do osso do meio do peito), dor torácica, sensação de obstrução à passagem do alimento, náuseas, vômitos e perda do apetite.

Na maioria das vezes, a dificuldade de engolir (disfagia) já sinaliza doença em estado avançado. A disfagia progride de alimentos sólidos até pastosos e líquidos. A perda de peso pode chegar a até 10% do peso corporal.

Prevenção

-Não fumar e não se expor ao tabagismo passivo.  Parar de fumar sempre vale a pena em qualquer momento da vida, mesmo que o fumante já esteja com alguma doença causada pelo tabagismo.
-Evitar o consumo bebidas alcoólicas.
-Comer mais frutas e vegetais e menos carne vermelha e gorduras.
-Manter o peso corporal adequado.
-Identificar e tratar a doença do refluxo gastroesofagiano (DRGE).
-Consumir bebidas quentes como chimarrão, café e chá em temperaturas inferiores a 60ºC. Para garantir a temperatura adequada para consumo, após o preparo, deve-se esperar em torno de cinco minutos para ingerir a bebida.
-Fazer atividade física.
-Utilizar camisinha durante a relação sexual. (Fonte: Instituto Nacional do Câncer). Saiba mais sobre essa doença.