Morre dançarino do clipe ‘Vai malandra’, de Anitta

Rodrigo Motta, de 28 anos, que também era bartender, foi assassinado no Vidigal, comunidade na Zona Sul do Rio de Janeiro

Por: Redação

O dançarino Rodrigo Motta, de 28 anos, que ficou conhecido por participar do clipe “Vai Malandra“, da cantora Anitta morreu na última segunda-feira, 9. Rodrigo, que também era bartender, foi assassinado. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios. Anitta se pronunciou e disse estar estarrecida com o ocorrido. As informações foram obtidas pelo jornal ‘Extra’.

dançarino anitta vai malandra
Crédito: DivulgaçãoMorre dançarino de clipe ‘Vai malandra’, de Anitta

Um morador da comunidade do Vidigal, que não quis se identificar, disse que Rodrigo teria se envolvido em uma briga na semana passada e que a morte teria sido motivada pela revanche. O dançarino teria levado um tiro no pé e na perna, seguido de agressões.

Ao Extra, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que Rodrigo deu entrada no hospital na segunda-feira, mas que não resistiu aos ferimentos.

O enterro do Rodrigo será nesta quarta-feira, dia 11, no Cemitério São João Batista. O horário não foi divulgado.

Márcio Motta, irmão do modelo, usou as redes sociais para comunicar o público. “É com enorme pesar que venho informar o falecimento do meu irmão hoje pela manhã. Logo informarei o dia e horário do velório para as últimas homenagens”, comentou.

Depois de receber a notícia, Anitta também se pronunciou sobre a morte de Rodrigo e pediu o fim das mortes violentas no Rio de Janeiro. ”Meus sentimentos à família e amigos do Rodrigo Motta que participou do meu clipe de Vai Malandra. Recebi essa notícia pela internet e fiquei estarrecida. Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar”, escreveu a Cantora.

No clipe de ‘Vai, Malandra’, o dançarino aparecia passando óleo em mulheres, que usavam biquínis de fita isolante. Ele foi muito elogiado por seu corpo e performance na época. Depois da participação, Rodrigo viu propostas de trabalhos como modelo aumentarem e seguiu também seu oficio como bartender no Bar da Laje, no Vidigal.