Últimas notícias:

Loading...

Morre Sophie, 1ª artista trans indicada ao Grammy, aos 34 anos

Cantora e DJ escocesa trabalhou com nomes de peso como Madonna

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A cantora, produtora e DJ escocesa Sophie morreu neste sábado, 30, em Atenas (Grécia), aos 34 anos. De acordo com a revista NME, a assessoria da artista confirmou a morte por meio de um comunicado e pediu privacidade para a família.

O comunicado não diz causa do óbito, apenas cita “um acidente repentino”.

Sophie
Crédito: Divulgação Sophie foi a primeira artista trans indicada ao Grammy

“É com profunda tristeza que devo informar que a artista e produtora Sophie morreu nesta manhã, por volta das 4 horas da manhã em Atenas, onde o artista vivia, após um acidente repentino”.

“Neste momento, o respeito e a privacidade da família são a nossa prioridade […] Sophie foi pioneira em um novo som, uma das artistas mais influentes da última década. Não apenas pela produção engenhosa e criatividade, mas também pela mensagem e visibilidade que foi alcançada. Um ícone de libertação”, diz ainda o comunicado.

Segundo o selo Future Cassic, a “artista morreu após subir em um lugar mais alto para ver a lua cheia, quando escorregou e caiu”.

Sophie nasceu em Glasgow, na Escócia, e, em 2019, se tornou a primeira artista transgênero a ter uma indicação ao Grammy, quando foi indicado à categoria de ‘Melhor Álbum de Dance e Eletrônica’.

“Ser trans é algo que está ganhando força e é para colocar seu corpo mais em linha com sua alma e espírito para que os dois não lutem um contra o outro e lutem para sobreviver”, disse a artista em entrevista na época.

Compartilhe:

Tags: #Famosos