Se tem criança envolvida na notícia a primeira coisa a definir é: posta no Catraquinha ou no Catraca. Para isso, siga os seguintes critérios:

CRITÉRIOS PARA POSTAR UMA NOTÍCIA NO CATRAQUINHA:
1-Criança como protagonista
2-Aborda alguma das bandeiras do Catraquinha:

-Amamentação
-Paternidade Ativa
-Obesidade
-Protagonismo Infantil
-Brincadeira
-Educação Infantil
-Parto
-Empreendedorismo materno
-Protagonismo Infantil
-Bullying

3-Siga os passos para postar no Catraquinha

  • Atenção: o repórter do Catraca deve postar no Catraquinha mesmo não estando de plantão 

CRITÉRIOS PARA POSTAR UMA NOTÍCIA NO CATRACA:
1-Não interfere diretamente na relação entre um adulto e uma criança
2-Aborda memórias infantis, mas com quem já é adulto
3-Quando o foco não for a criança, deixe isso bem claro na hora da publicação
4-Matéria antigas focadas na criança não excluídas do Catraca, mas se precisar ser repercutidas novamente o ideal é fazer um novo post dentro do Catraquinha.

*** *** ***

TERMOS E EXPRESSÕES

Não use:                                                                                    Use

Criança Deficiente, inválida, especial, excepcional            Criança com deficiência

Não use:                                                                                Use                 

Criança Carente                                                     Prefira termos sem juízo de valor.

Não use:        

Menor de idade

O termo “menor” não é mais usado desde 1990 quando se extinguiu o Código de Menores, que foi usado para marginalizar as crianças. Além disso, o termo possui uma carga pejorativa na medida em que se contrapõe ao paradigma dos direitos, ao identificar as crianças e adolescentes como indivíduos sob a tutela da família ou outros responsáveis e que, por isso, não gozam de seus direitos como cidadãos.

Não use:
Criança portadora de necessidades especiais ou portador de deficiência
Pessoas portam coisas, objetos como uma carteira ou uma arma, e não características individuais.

Não use:
Criança surda-muda

“Surdo” ou “surda” são suficientes. O termo denota incapacidade de comunicação, o que não acontece com pessoas surdas, e já está ultrapassado.

Não use:
Meninos e meninas de rua
Essa nomenclatura é considerada pejorativa, já que traz uma ideia estigmatizante dessa população.

Use: Meninos / meninas / crianças em situação de rua

IMAGENS 

-O ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente veda expressamente apenas a publicação de nome e imagem de crianças e adolescentes a que se atribua autoria de ato infracional, mas o jornalista deve estar atento ao "espírito da lei", que estabelece: "É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor” (art.18). (fonte: agência ANDI);
-Não publicar fotos que sensualizem/erotizem a criança ou o adolescente, em nenhuma hipótese.
-Não associar a imagem da criança a assuntos ligados a erotização, bebidas alcoólicas, cigarro e cosméticos.

CONSULTE OS MANUAIS

Abuso e exploração sexual infantil
Deficiência
Direitos da Infância
Educação
Saúde
Trabalho Infantil
Políticas Públicas