Informar

Bike de bambu une arte e sustentabilidade

Por: Redação

Elas viraram símbolo de mobilidade e sustentabilidade nas cidades. Melhor ainda se forem feitas de matéria-prima natural. A empresa mexicana Bamboomotion desenvolveu modelos de bike de bambu leves e resistentes.

Além dessas atribuições práticas, as bicicletas podem vir decoradas com artesanato mexicano, para dar um charme a mais na hora de pedalar pelas ruas.

Bike de bambu é leve e resistente
Bike de bambu é leve e resistente

Segundo a Bamboomotion, o bambu é uma matéria-prima local e, portanto, não teria emissão significativa de gases de efeitos estufa no transporte até a fábrica.

Todo o processo de fabricação também tem zero emissões, afirmam, e envolve mão de obra, materiais e indústrias locais, seguindo princípios de comércio justo. Ela também tem um preço acessível, diz a empresa, mas no site não há preços.

Como são fabricadas manualmente, as bicicletas também podem ser customizadas, para atender à necessidade de cada usuário.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

Os modelos da bike de bambu vêm com detalhes artísticos mexicanos
Os modelos da bike de bambu vêm com detalhes artísticos mexicanos

Dentre os modelos disponíveis, há linhas inspiradas naquelas que eram usadas antigamente por carteiros em Nova York, outras para quem quer mais velocidade, e uma para o traslado do dia a dia.

As bicicletas de bambu da empresa começaram a ser desenvolvidas na Cidade do México em 2015. Como teste, os criadores participaram de uma etapa de uma corrida organizada pela Tour de France, em setembro de 2016, e em seguida deram início à produção.

Mais recentemente, lançaram modelos para crianças. No futuro, querem produzir outros tipos de equipamentos relacionado à mobilidade, incluindo cadeiras de rodas.

Magrelinha para crianças
Magrelinha para crianças

Atualmente, a Bamboomotion está com uma campanha de crowdfunding para dar escala à produção, mas também para iniciar outros projetos. Entre eles, workshops colaborativos, onde os participantes poderão aprender a fazer sua própria bicicleta; oficinas pedagógicas em escolas, para ensinar sobre o uso de material sustentável; e participação em debates internacionais e públicos para promover melhorias na mobilidade urbana.

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.