Conheça o distrito que incentiva morador a deixar o carro em casa

Por: Redação
Tags: #morar

Um distrito de negócios totalmente novo e sustentável está sendo construído na cidade de Songdo, na Coreia do Sul. No Songdo International Business District (IBD), prédios residenciais e comerciais ficam sempre a 12 minutos de um ponto de ônibus ou de metrô. Ciclovias espalham-se por mais de 24 quilômetros de extensão, e as muitas áreas verdes também devem incentivar as pessoas a andarem a pé.

O Songdo IBD ocupa uma área mais ou menos do tamanho do centro de Boston, com 6 quilômetros quadrados, e tem atraído a atenção por sua proposta. Cerca de 40% de sua área é reservada para espaços verdes, incluindo um parque de 101 acres (cerca de 408 mil metros quadrados). Mais de cem prédios têm certificação LEED para construções sustentáveis.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

40% do distrito Songdo IBD têm áreas verdes para convidar o morador a deixar o carro em casa
Crédito: Picasa40% do distrito Songdo IBD têm áreas verdes para convidar o morador a deixar o carro em casa

Centro de convenções, escola, mais de mil lojas, clube de golfe, hotéis e o Posco Tower, de 68 andares, compõem o distrito. Há ainda um centro para startups, que atuarão na área de logística.

Outro destaque é que ali também não se veem caminhões de coleta de lixo. Ele é colocado em calhas específicas, localizadas nos prédios, e sugado por um sistema de tubulações que o leva em segundos a um centro de triagem. Ali, os resíduos são destinados à reciclagem ou usados para gerar energia.

Erguido sobre um aterro no Mar Amarelo, a 18 minutos de carro do aeroporto internacional de Incheon, o Songdo IBD é um projeto do escritório de desenvolvimento e investimentos imobiliários Gale International, de Nova York, e da empresa de engenharia e construção Posco E&C, da Coreia do Sul, sob a governança da Autoridade da Zona Econômica Livre de Incheon.

A expectativa é que, quando ficar totalmente pronto, em 2020, cerca de 65 mil pessoas morem nesse distrito, e 300 mil trabalhem lá diariamente.

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.