Maior regata do mundo navega contra o plástico nos oceanos

Informar

Drone entrega sangue, vacina e remédios a clínicas na África

Por: Redação

Em Ruanda, na África, as estradas de terra muitas vezes ficam intransitáveis, o que prejudica o atendimento a quem precisa urgentemente de cuidados médicos, como transfusões. Por isso a empresa Zipline lançou um serviço de entrega de bolsas de sangue, vacinas e remédios via drone.

Ele voa com o pacote e o lança, devidamente equipado com um paraquedas, num local previamente designado. A entrega é feita em até 30 minutos.

O serviço foi montado com apoio do governo da Ruanda e atualmente entrega bolsas de sangue a 21 clínicas e hospitais localizados em diferentes pontos do país.

O drone faz entregas a distâncias de até 75 km
O drone faz entregas a distâncias de até 75 km

O drone pode voar por sobre as montanhas altas e foi construído seguindo um desenho que permite que voe rápido e com segurança, por isso pode fazer as entregas mesmo em condições de tempo ruim.  Seu raio de atuação é de 75 km.

A caixa vem com paraquedas e chega ao destino em até 30 minutos

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

Quando precisa de bolsas de sangue, a clínica envia uma mensagem de texto (SMS) para a Zipline. Os funcionários do centro de distribuição da empresa preparam o pacote e o colocam em uma caixa, que é acoplado ao drone.

Produtos são preparados para a viagem no centro de distribuição

O drone então voa até a clínica que pediu a encomenda, a uma velocidade de 110 km/h, lança a caixa no ponto combinado e volta ao centro.

Lançamento do equipamento, que leva encomendas de até 1,5 kg em seu interior

O serviço da Zipline reduz o tempo de transporte, que pode levar horas mesmo em distâncias curtas, e também a necessidade de manter os suprimentos em baixa temperatura durante o trajeto.

Com isso, as entregas chegam a custar 20% menos e são 20 vezes mais rápidas do que se fossem feitas por terra, garante a empresa.

Um controlador monitora o voo do drone

A sede da Zipline fica nos Estados Unidos. A empresa se prepara para iniciar, ainda neste ano, o serviço de entrega também na Tanzânia.

Leia também: Carro voador escolhe melhor rota entre terra e ar

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.