Empresas lançam maiôs e biquínis absorventes e sustentáveis

As marcas brasileiras Ahlma e Pantys criaram uma coleção indicada para fluxo leve de menstruação; peças são feitas de tecidos biodegradáveis

Por: Redação |

Ir à praia quando se está “naqueles dias” costuma causar um certo desconforto nas mulheres, principalmente em função da preocupação com vazamentos inesperados.

Os maiôs e biquínis absorventes criados pela marca de calcinhas Pantys  e pela marca de roupas Ahlma podem ajudar a minimizar esse problema e, de quebra, ajudar o meio ambiente.

Indicados para os dias ou para quem tem ou está com fluxo leve, os maiôs e biquínis absorventes podem ser usados no mar, na piscina ou na cachoeira.

O material é hipoalergênico e pode ser lavado (sem amaciante)
O material é hipoalergênico e pode ser lavado (sem amaciante)

Custam a partir de R$ 118, no site da Ahlma.

Além da promessa de mais conforto, as peças também trazem pontos positivos em termos de meio ambiente.

Os tecidos são de matérias-primas de origem orgânica, biodegradáveis e livre de crueldade animal.

Além disso, por dispensarem ou diminuírem o uso de absorventes comuns, que podem levar séculos para se degradar, também ajudam a reduzir o volume desse tipo de lixo.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

Os maiôs e biquínis absorventes vêm em diferentes modelos e tamanhos
Crédito: DivulgaçãoOs maiôs e biquínis absorventes vêm em diferentes modelos e tamanhos

O tecido, chamado de poliamida biodegradável, se decompõe em cerca de três anos em um aterro sanitário.

Bem pouco se comparado à poliamida tradicional, que pode levar 50 anos para se degradar.

Absorventes e laváveis

Além dessa coleção para praia, a Pantys vende calcinhas absorventes para o dia a dia. São hipoalergênicas e reutilizáveis.

Após o uso, elas podem ser lavadas normalmente, à mão ou na máquina.

Só não podem ser colocadas em secadores nem passadas com ferro de passar roupa.

Também não é recomendado o uso de amaciante, que pode danificar a camada impermeável.

Segundo a empresa, usando as pantys, em um ano você deixa de usar 500 absorventes descartáveis, que equivalem a quatro quilos de resíduos.

As pantys custam a partir de R$ 75, dependendo do modelo.

Leia também: Designer cria embalagem biodegradável para esportistas

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: