EUA constroem sua primeira cidade movida apenas por energia solar

Informar

Móveis reciclam bitucas, telas de celular e resíduos agressivos

Por: Redação

Transformar lixo em tesouro gera grandes impactos positivo ao meio ambiente, mas não é mais, isoladamente, um diferencial competitivo entre as empresas. Foi o que levou a Pentatonic a reutilizar resíduos agressivos, como bitucas de cigarros, CDs, DVDs e telas de celulares e computadores para criar móveis de design ergonômico e moderno.

Frustrados com o fluxo de materiais ricos e inexplorados, os CEOs e parceiros Jamie Hall e Johann Boedecker criaram a empresa em Berlim, na Alemanha, no ano passado, com o objetivo de contribuir com a economia circular no mundo.

Pentatonic reutiliza garrafas de plástico na produção de estofados de cadeiras
Pentatonic reutiliza garrafas de plástico na produção de estofados de cadeiras

Para ganhar corpo no ambiente virtual e na Europa, a moveleira sustentável recebeu US$ 4,3 milhões (R$ 14 milhões) em financiamento de empresas de design e arquitetos pelo impacto ambiental do negócio.“Faltam soluções dinâmicas e com design para solucionar a abundância de lixo em nosso sistema”, argumenta Hall.Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

Mesas e cadeiras são produzidas com garrafas de plásticos e CDs retirados do lixo
Mesas e cadeiras são produzidas com garrafas de plásticos e CDs retirados do lixo

Com garrafas plásticas de água, por exemplo, a Pentatonic produz assentos e estofados da cadeira. O polipropileno (PP) encontrado nas tampas vai para o suporte de peso da cadeira e para as pernas das mesas.Com as telas de smartphones, bastante agressivas ao meio ambiente, a empresa produz belas tigelas e copos de vidro. Também é possível criar uma linda mesa retirando 190 unidades de DVDs e CDs do lixo.

Entre as novidades deste ano, a Pentatonic promete lançar uma coleção feita com bitucas de cigarros, resíduos que têm pouca utilização em processos de reciclagem, até o momento.

Tigelas e copos fabricados com telas de smartphones descartadas

Os móveis da marca frequentemente estão em mostras internacionais da Europa e são considerados por arquitetos a tendência do futuro.

Por serem feitos de forma artesanal, no entanto, tem custo elevado. Uma cadeira é vendida site por US$ 275 (cerca de R$ 900). Os produtos são enviados ao exterior, mediante pagamento de frete internacional.

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.