Contêiner vira ponto de ônibus sustentável em Cuiabá

Projeto é implantar 82 abrigos para passageiros, com jardim suspenso, biblioteca, placas solares e tomadas para recarga de celular

A Prefeitura de Cuiabá (MT) apresentou um novo modelo de ponto de ônibus sustentável, construído com o reaproveitamento de contêineres de transporte de carga. O abrigo para passageiros terá placas solares para gerar energia limpa, garantindo boa iluminação e tomadas USB para recarga de celular, além de jardim suspenso e biblioteca.

O primeiro ponto de ônibus sustentável teve investimentos do Shopping Pantana
Crédito: Gustavo Duarte/Prefeitura de CuiabáO primeiro ponto de ônibus sustentável teve investimentos do Shopping Pantanal

Um primeiro modelo, já pronto, está funcionando em frente ao Shopping Pantanal. O ponto foi elaborado a partir de um contêiner restaurado, de 12 m por 2,70 m. O estabelecimento comercial investiu cerca de R$ 70 mil.

Os pontos de ônibus serão instalados em 82 locais da cidade, onde o fluxo de passageiros varia de 5 mil a 10 mil pessoas por dia. As estruturas metálicas terão pelo menos 15 anos de vida útil, afirma a prefeitura.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

A ideia é que eles sejam implementados em parcerias com o setor privado: quem investir neles, incluindo a responsabilidade pela manutenção, poderá usufruir do espaço para fins publicitários por no mínimo cinco anos.

O projeto foi idealizado pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e pela Secretária Extraordinária dos 300 Anos, criada para cuidar das ações relacionadas aos três séculos da capital mato-grossense, que serão completados em 2019.

Os passageiros contarão com pontos de recarga de celular e boa luminosidade
Crédito: Gustavo Duarte/Prefeitura de CuiabáOs passageiros contarão com pontos de recarga de celular e boa luminosidade

Os abrigos foram concebidos com base em conceitos de sustentabilidade e de conforto que foram aplicados em um primeiro ponto que a cidade inaugurou no início de ano, na Estação Alencastro, no Centro Histórico. Com 337 metros quadrados de área e capacidade para acomodar quase 800 pessoas, ele conta com ar-condicionado e geração de energia solar.

Leia também: Carregador de celular para bike é movido a vento

Turbina portátil permite carregar o celular com água ou vento

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.