Projeto arrecada sobras de produtos de higiene

A ação começou em espaços públicos de Pelotas (RS) e deseja ajudar usuários que encontram apenas água quando querem, por exemplo, lavar as mãos ou o rosto

Por: Redação

Quem nunca chegou a um banheiro de uma praça ou de um parque e não encontrou nem um mísero pedaço de sabonete para lavar as mãos? Pior ainda é a situação de quem usa esses sanitários e não tem recursos para comprar itens de higiene pessoal. Pensando em ajudar essas pessoas, um projeto realizado em Pelotas (RS) passa a disponibilizar sobras de produtos de higiene em banheiros públicos.

O projeto das sobras de produtos de higiene pretende incentivar doações em banheiros públicos
Crédito: DivulgaçãoO projeto das sobras de produtos de higiene pretende incentivar doações em banheiros públicos

“Muitas vezes o usuário chega ao local e só acha água mesmo”, diz Ramon Ballverdú, 29, cofundador da plataforma Makers Society, voltada para a criação de projetos de impacto social criativos e replicáveis.

Foi em um encontro da Makers que dois participantes, Lívia Cava e Sérgio Rosa, tiveram a ideia da ação das sobras de produtos de higiene.

A realização da iniciativa, operacionalizada por Ballverdú, é simples. Ele imprimiu em papel adesivo as instruções para a doação de sobras de itens como sabonete, pasta de dentes e xampu e, no dia 10 de setembro, colou esses cartazes em quatro banheiros públicos da praça Coronel Pedro Osório, a principal da região central de Pelotas.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

As sobras de produtos de higiene podem ser depositadas em sacolinhas
Crédito: DivulgaçãoAs sobras de produtos de higiene podem ser depositadas em sacolinhas

O aviso inclui espaço para que sejam penduradas, por ganchinhos simples, três sacolinhas em que devem ser depositadas as contribuições. “Mas as sacolas nem são imprescindíveis, eventualmente basta grudar o cartaz logo acima de alguma pia onde possam ser deixados os produtos”, orienta Ballverdú.

Para replicar o projeto, ele disponibilizou para baixar na internet o modelo do cartaz de arrecadação de sobras de produtos de higiene. “Pode ser impresso também em papel comum, sem ser adesivo, e colado com durex na parede”, lembra o ativista, que também seguirá, por conta própria, dando continuidade à ação em mais banheiros.

Leia também: Empresa doa escova de dente de bambu para combater lixo plástico

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.