Esculturas de saco de lixo alertam para abandono de cães

Em campanha, organização de Curitiba espalha intervenções pela cidade para conscientizar a população a respeito do problema dos animais sem lar

Por: Redação Comunicar erro

Quando vemos cães abandonados, pensamos no ditado popular: “Bicho não é brinquedo, sente frio, fome e medo”. Mas há quem trate os animais como descartáveis. Assim, uma ONG de Curitiba (PR) resolveu chamar a atenção das pessoas para esse problema.

Catraca Livre criou o projeto Causando, apoiado pelo Carrefour, para mostrar como as marcas desenvolvem e assumem causas.

Para tanto, a organização Tomba-Latas, que procura donos para pets sem lar, espalhou pela cidade intervenções que mostram como alguns desses bichos são tidos: como algo que se joga fora.

À imagem dos cães abandonados

Foram feitas esculturas com a silhueta de cachorro. Todas envoltas em sacos de lixo – forma, aliás, como alguns cães são deixados nas vias.

As obras chamam a atenção para os cerca de 30 milhões de animais de estimação sem lar no Brasil. A maior parte deles está nas ruas devido ao abandono.

"Ei!", parece dizer esse bichinho resgatado entre a população de cães abandonados; "Eu também sinto frio, fome e medo"
Crédito: Reprodução/Facebook/Tomba LatasBichinho resgatado entre a população de cães abandonados

A campanha “Pet Não É Lixo”, que trata de cães abandonados, foi criada pela Agência LCT para a ONG Tomba-Latas.

O vídeo da campanha informa que esse tipo de atitude precisa ser denunciada pelo número de telefone 156.

É uma forma de acionar o poder público para que tome providências a respeito de um animal que tenha sido largado como se fosse lixo. Porque ainda há quem os considere descartáveis.

Leia também: Evento reúne mais criativos publicitários com causa do país

Compartilhe: