Dimenstein: Alexandre Frota, coloque-se no seu lugar

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro

Alexandre Frota precisa aprender rapidamente a ser colocar no seu lugar.
Ele não é mais um artista pornô nem personagem da Casa dos Artistas. Mas um deputado – ele precisa ser exemplo de respeito ao país.
Como reação à juíza que o condenou por seus ataques a Jean Willys a quem acusou de defender a pedofilia, ele partiu para o deboche.

A pena alternativa – picotar papel por dois anos num fórum em Osasco -já tinha sido uma reação a outro deboche..
Quando recebeu a intimação da juíza sobre o processo de injúria movido por Jean Wyllys, Frota perdeu o controle. Foi o Facebook e fez uma live, rasgando com os dentes o documento da Justiça com os dentes. 2017 Frota postou em sua página oficial na internet uma foto de Wyllys, autor do processo, atribuindo-lhe a seguinte fala: “A pedofilia é uma prática normal em diversas espécies de animal (sic), anormal é o seu preconceito”.
Jean Wyllys jamais fez tal afirmação.

Diante de meu comentário, ele preferiu mais um deboche, espalhando um Fake News: o de que eu apoiaria Dilma Rousseff, uma asneira facilmente vista em meus artigos.
No clima de deboche, quando se faz crítica a alguém, logo viramos petistas, esquerdistas ou comunistas.
Portanto, Frota precisa rapidamente colocar-se em seu lugar: o de parlamentar, respeito o país e seus eleitores.

Compartilhe:

Autor: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.