Dimenstein: aplaudo a crítica de Bolsonaro ao salário do STF

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro
Tags: #News

O aumento do salário dos juízes do STF numa situação normal não teria problema. Mas, neste momento, é um insulto.

Diante do colapso financeiro do país, o país está dando mais dinheiro a seus funcionários mais privilegiados.

Tamanho da conta: até R$ 6 bilhões.

Numa família ou numa empresa, a falta de dinheiro é resolvida com menos gastos. Mas no setor público público é diferente.

Indagado sobre o aumento, Jair Bolsonaro, que, afinal vai pagar a conta, criticou:

“Pergunta para o Temer, pergunta para o Temer. O Temer que decidiu sancionar, tá ok? Quem vai pagar é toda a população brasileira é quem vai pagar. É todo mundo! A minha responsabilidade nessa área começa a partir de 1º de janeiro do ano que vem”.

O protesto contra o aumento teve um fato inédito: adotado pela Catraca Livre, o maior abaixo-assinado da história do Brasil, com 2,7 milhões de assinaturas.

Uniu-se de Bolsonaro a Boulos. Mas todos sabíamos que era muito difícil.

O mundo politico não iria afrontar o Judiciário.

Na barganha, entrou o imoral auxílio-moradia.

Preferiram afrontar o brasileiro, que vai pagar a conta.

Compartilhe:

Autor: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.