Dimenstein: falando de sexo, Alexandre Frota foi realmente macho

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro
Tags: #News

A palavra macho tem vários significados. Um deles: corajoso.
Nesse sentido, a entrevista que Alexandre Frota deu falando sobre sua sexualidade foi corajosa.
Não teria assim grande impacto se ele fosse apenas um ator.
Alexandre Frota revelou que já sentiu atração por pessoas do mesmo sexo, durante bate-papo com a apresentadora Cátia Fonseca, na última terça-feira, 11.
“Já teve atração por pessoas do mesmo sexo?”, perguntou a apresentadora. “Olha, se eu te falar que não é mentira minha”, respondeu o ex-ator pornô.
Aos 55 anos de idade, o deputado federal eleito disse ser um cara “cabeça aberta” com relação aos seus sentimentos.
“Mas eu sou um cara extremamente bem resolvido com isso. Sou um cara que tenho a cabeça muito aberta para essas questões todas. Já fui acusado de tudo… Mas sou apaixonado por minha mulher e sei exatamente como penso e como vivo”, completou.
A importância da afirmação se deve ao fato de que ele faz parte de um grupo em que tentações homossexuais são ofensa e pecado.E, agora, é deputado federal num Congresso conservador.
Basta lembrar o poder dos evangélicos, capazes de colocar o ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos a pastora Damares Alves, que já disse ter conversado com Jesus num pé de goiaba. Ela ataca gays.
Bolsonaro já se referiu das piores formas possíveis a qualquer coisa que parecesse LGBT.
Daí que esse tipo de franqueza de Alexandre Frota ajuda a combater preconceitos.

Compartilhe:

Autor: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.