5 atitudes simples que ajudam a combater o câncer de mama

Informar

6 dicas para diminuir o estresse e ter mais qualidade de vida

Por:

As inúmeras atividades diárias fazem com que apareça a sensação de que o dia não é suficiente para realizar tudo. Isso muitas vezes acarreta num estresse maléfico para sua saúde. Reorganizar suas tarefas e o modo como você se coloca diante de sua rotina contribui para melhorar sua qualidade de vida.

“Em outras palavras, querer absorver tudo de uma vez, só vai reduzir o grau de comprometimento em relação à demanda diária e isso leva à frustração”, explica Thais Barbeiro, especialista em reeducação comportamental e instrutora na escola DeROSE Method Moema. Confira 6 dicas da especialista para aprender a administrar o estresse e ter uma vida melhor:

1) Organize bem o seu tempo para ter tempo para você

Em meio a tantas tarefas e atividades nunca se esqueça de sua maior prioridade: você mesmo. Com a mente descansada, absolutamente tudo que você se propuser a fazer, fará com enorme facilidade e atingindo melhores resultados. Pessoas bem-sucedidas conhecem seus limites, horários em que são mais produtivos, além disso, têm clareza de suas prioridades, aproveitando melhor o tempo e dedicando-se a si mesmas.

Organize-se de modo a realizar tarefas que demandem mais tempo ou energia logo no início do seu dia. Assim ao final de um dia de trabalho você terá apenas tarefas mais suaves. Com isso a sensação de prazer e alívio estará mais forte do que se colocasse todo o “peso” para resolver à tarde ou no final do dia.

2) Pratique meditação e utilize seus benefícios a seu favor

Uma pessoa em estado de meditação consome seis vezes menos oxigênio do que quando está dormindo. Além disso, estudos da Universidade da Califórnia, Davis Center for Mind and Brain, comprovam que a meditação, após alguns anos, é capaz de reduzir o nível de cortisol e adrenalina, os hormônios responsáveis pela ansiedade, estresse, hiperatividade e desatenção. O que comprova que esta prática te ajuda a conquistar o autocontrole e o autoconhecimento.

Na organização de sua agenda, lembre-se de priorizar um tempo para essa prática. É o seu momento do dia para reabastecer suas energias e aumentar sua vitalidade para toda a semana. Comece com 2 vezes na semana, com acompanhamento de um instrutor. Pode ser uma aula em grupo, um treinamento personalizado, presencial ou online, só não comece sozinho. Busque por um profissional com formação comprovada para te ensinar as melhores técnicas. No começo parece difícil, mas com o tempo, se torna um prazer indescritível, um vício bom que mudará a sua vida para sempre.

3) Priorize uma boa alimentação

A sua alimentação é a base para você ter mais disposição. Na região do abdome fica um importante centro de energia do nosso corpo. É nele que as emoções, raiva, medo, estresse se localizam. Segundo Jordana Jantorno, farmacêutica e pós-graduanda em Nutrologia, a maioria das doenças que desenvolvemos surgem de lá, então, é importante melhorar o trânsito intestinal fazendo uma dieta detox e usando probióticos para ter uma melhor absorção dos nutrientes.

Beba muita água e prefira alimentos que contenham fibras (maçã), antioxidantes (gengibre), selênio (castanha do Pará) e vitamina C (limão), por exemplo. Quando o organismo está intoxicado é como se ele estivesse sujo de coisas que não são saudáveis e passa a gerar os radicais livres, que causam câncer, depressão, intestino inflamado, dores abdominais e fadiga.

O limão é rico em vitamina C, que elimina o radical livre que abre a porta para doenças. Além disso ele acelera a digestão. O ideal é consumi-lo uma vez por dia.

O gengibre tem curcumina, principal ativo da cúrcuma usado para fazer açafrão, excelente fonte de ferro, manganês, fibras, cobre e potássio. É um anti-inflamatório natural que supera a aspirina e o ibuprofeno, além de proteger também o cérebro contra lesões oxidativas causadas pelos radicais livres.

A castanha do Pará é rica em selênio que atua principalmente na diminuição do estresse.

Já a maçã tem a pectina (que está na casca), um tipo de fibra, quando chega ao estômago forma um gel, que ajuda no trânsito intestinal, logo, ajuda a eliminar o que não pode ficar no corpo.

Não adianta nutrir o organismo com substâncias  como selênio, zinco, que são extremamente importantes para os neurônios e esquecer da água. A água vai limpar, o limão ajudará no metabolismo dos alimentos.

4) Durma bem

O primeiro sintoma do estresse está diretamente ligado ao sono, segundo psiquiatras. Com o sono em dia você rende muito mais. Além disso, quem dorme bem tem controle emocional e consegue administrar o estresse diário, segundo uma pesquisa da Universidade da Califórnia em Berkeley e da Escola de Medicina de Harvard. Os pesquisadores usaram ressonâncias magnéticas para mostrar que, quem não dorme suficiente tem mudanças no centro emocional do cérebro e chegam a ser 60% mais reativos, ou seja, os participantes da pesquisa reagiam às situações adversas de maneira descontrolada e estressada, em relação aos que estavam com sono em dia.

Se tiver dificuldade para ter sono experimente algumas reprogramações emocionais, como as do Prof. DeRose. Você pode colocar as mãos sobre o abdome e inspirar em 3 segundos, reter o ar em 6 segundos e expirar em 9 segundos. A expiração mais lenta vai te ajudar a descontrair profundamente.

5) Controle sua respiração 

A respiração é responsável por eliminar 80% das toxinas do corpo. Não é à toa que se diz: “conte até 10 antes de responder”. O que significa: respire fundo, organize as ideias e só assim responda. Pessoas ansiosas não respiram corretamente e agem por impulso.

Antes de alguma reunião, apresentação ou se você sente a respiração ofegante e rápida, tente parar um pouco e retomar a consciência através de uma técnica respiratória bem simples. Um dos exercícios que trabalhamos em aula no DeRose Method é contar quatro segundos para cada fase da respiração e observar que quando você inspira, seu abdome deve ser projetado para fora e quando você expira seu abdome deve ser projetado para dentro.

Mentalmente você pode fixar a atenção na imagem de cada número enquanto os conta. É uma ótima forma de buscar uma concentração imediata e eliminar pensamentos negativos e consequentemente, tensões causadas por eles. A preocupação em excesso é o principal vilão da história de nossas vidas.

Porém, antes de você entender a respiração e sua atuação imediata, é importante conhecer seu corpo, entender como seu emocional está reagindo diante de situações adversas.

6) Cuide com carinho de suas relações pessoais

Tenha bons relacionamentos em qualquer ambiente que frequente. Leve essa consciência para seu trabalho, seus amigos e parceiros de vida. Um dos conceitos mais bacanas do DeRose Method é o das boas relações humanas. Por exemplo: Amar e ser amado é a meta de qualquer ser vivo. Se isso não é importante para você, reveja seus conceitos e valores.

Não é necessário que seja uma relação amorosa. Quando falo sobre amor, digo em âmbito geral, sobre a forma com que você lida com suas relações. Existem muitas formas de se demonstrar amor pelas pessoas e animais. Comece você demonstrando, não espere que te amem, ame primeiro e as coisas vão acontecer naturalmente.

Canalize sua energia em projetos e atividades prazerosas, como dançar, viajar, transar, sorrir (sorria sempre). Essa é a dica mais importante de todas. Sem isso nada acima funciona.