6 razões que absolvem o ovo da fama de vilão

Por: Redação

Por décadas, o ovo foi considerado vilão da alimentação por ter seu consumo ligado ao aumento dos níveis de colesterol no sangue e ao risco de doenças cardiovasculares. Mas vários estudos recentes saíram em defesa desse alimento tão presente no cardápio brasileiro e demonstraram exatamente o contrário.

“Hoje se sabe que o principal responsável pelo aumento de colesterol no sangue não é o colesterol ingerido através dos alimentos, mas sim o produzido pelo nosso próprio organismo”, comenta a nutricionista Reni Barbosa.

Outro ponto que talvez muitas pessoas não saibam é que o ovo ajuda a proteger o organismo de diversas doenças. Vale ressaltar, no entanto, que é preciso ficar atento ao preparo. Quando frito, há adição de gorduras e isso pode elevar o colesterol. O ideal é preferir o cozido, omelete ou mexido preparado em frigideira antiaderente sem ou com pouco óleo.

Veja na galeria diferentes formas de preparo do ovo:

Omelete de forno com legumes: além de delicioso super leve
Crédito: Getty Images/iStockphotoOmelete de forno com legumes: além de delicioso super leve
Consumir um ovo cozido no café da manhã ajuda a manter-se saciado por mais tempo
Crédito: Getty Images/iStockphotoConsumir um ovo cozido no café da manhã ajuda a manter-se saciado por mais tempo
Ao fazer ovos mexidos, prefira prepará-los em frigideira antiaderente, sem óleo
Crédito: Getty Images/iStockphotoAo fazer ovos mexidos, prefira prepará-los em frigideira antiaderente, sem óleo
Apesar de delicioso, o ovo frito deve ser evitado por conta  da gordura saturada do óleo
Crédito: Getty Images/iStockphotoApesar de delicioso, o ovo frito deve ser evitado por conta da gordura saturada do óleo
Outra boa pedida é o ovo poché que preserva todos os nutrientes
Crédito: Getty Images/iStockphotoOutra boa pedida é o ovo poché que preserva todos os nutrientes
Para um refeição leve, acrescente o ovo à salada de verduras
Crédito: Getty Images/iStockphotoPara um refeição leve, acrescente o ovo à salada de verduras
Baratos, versáteis e repletos de proteínas.
Crédito: Getty Images/iStockphotoBaratos, versáteis e repletos de proteínas.

Para provar que o ovo joga a nosso favor, listamos os benefícios da inclusão dele na dieta:

1. Fonte de proteína completa

É rico em proteínas e tem um teor equilibrado de aminoácidos essenciais que devem estar presentes na nossa dieta e que o organismo não consegue fabricar.

2. É importante para o cérebro

Por conter colina, uma substância presente na gema, tem o papel de preservar os neurônios e ajudar na memória e concentração, além de prevenir as doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson. “Durante a gestação é recomendável que as mulheres consumam ovo porque a colina é essencial no desenvolvimento do sistema nervoso do feto”, comenta a nutricionista Reni Barbosa.

3. Protege contra doenças cardiovasculares

Estudos científicos realizados durante décadas os pesquisadores concluíram não haver relação entre o consumo regular de ovo e o aumento da incidência de doenças cardiovasculares. Muito pelo contrário: por possuir propriedades antioxidantes, ajuda a prevenir enfermidades desse tipo. Mas é preciso limitar a quantidade. De acordo com a American Heart Association, é recomendado não consumir mais que 300 mg de colesterol por dia. Isso dá pouco mais que um ovo e meio, já que cada unidade contém 185 mg de colesterol.

4. Fonte de vitaminas

Possui uma alta concentração de vitaminas e minerais variados, como fósforo, selênio, ferro, iodo, cálcio e zinco. Entre as vitaminas, estão presentes valores consideráveis de vitamina A, D, E, K e do complexo B. A vitamina D é importante, entre outras coisas, para fortalecer os ossos e os dentes, além de evitar osteoporose, câncer, diabetes e hipertensão.

5. Aliado contra anemia

A gema é uma ótima fonte de ferro, fundamental para combater a anemia. Cada unidade de ovo comum contém cerca de 1mg de ferro.

6. Ajuda na recuperação muscular

A albumina presente na clara é responsável pelo transporte de nutrientes e também auxilia no processo de recuperação dos músculos após uma atividade física. Por isso estão tão presente na dieta dos atletas.

Além desses motivos, o ovo é um aliado de quem está de dieta por ser um alimento com poucas calorias. A maior parte dele é composta de gorduras insaturadas, as chamadas gorduras boas,  que ajudam no processo de emagrecimento. “Só vale lembrar que nenhum alimento deve ser consumido em demasia. É recomendável adotar uma dieta equilibrada e variada que atenda todas as necessidades nutricionais”, afirma a nutricionista.