Aromaterapia: os óleos essenciais que ajudam a trazer a calma

As informações de cada aroma são decodificadas pelo cérebro e podem influenciar o humor e proporcionar bem-estar físico e emocional

Por: Redação |
plantas e óleos na mesa
Crédito: marilyna/istockÓleos essenciais são substâncias naturais extraídas da natureza de alto poder medicinal

Evidências científicas mostram que o uso de óleos essenciais retirados de plantas, flores, cascas e ervas é uma maneira eficaz de proporcionar alívio natural do estresse e da ansiedade e restabelecer a calma. Isso acontece porque as pequenas moléculas quando inaladas ou quando entram em contato com a pele estimulam a parte do cérebro que está conectada à memória e ao humor.

“Quando o problema é emocional, a inalação é a rota mais rápida e eficaz para o tratamento”, afirma a especialista em aromatologia Sâmia Maluf.

Isso tem uma explicação: nosso cérebro possui um sistema chamado de “Sistema Límbico” responsável por receber o que o nosso nariz capta. As informações de cada aroma são decodificadas pelo córtex olfativo do cérebro convertendo em ação a mensagem de cada molécula aromática. Dessa forma, se espalham pelo organismo, alcançando vísceras, vasos sanguíneos, órgãos e músculos.

E o número de moléculas que chegam até o cérebro, explica Samia, depende do quão profundamente se respira.

gotinha de óleo essencial
Crédito: bernie_photo/istockUma única gotinha de óleo essencial poder equivaler a várias xícaras de folhas de uma determinada planta

Mas uma única gota de óleo essencial (OE) já carrega efeitos poderosíssimos. Para quem busca uma noite tranquila de sono, é recomendável pingar umas gotinhas de óleo essencial de lavanda no travesseiro. Graças a suas propriedades sedativa e ansiolítica leve, sentir esse cheiro ajuda a relaxar.

Talvez o óleo essencial de lavanda seja o mais conhecido para tranquilizar a mente, mas existem vários outros capazes de estimular a serenidade e a calma; são eles:

  • Camomila Romana
  • Sândalo Amyris
  • Lemongrass
  • Eucalipto Glóbulos
  • Eucalipto Citriodora
  • Cipreste (indicado para irritabilidade)
  • Bergamota
  • Cedro
  • Laranja
  • Limão Tahiti
  • Limão Sciliano
  • Manjerona
  • Mirra
  • Olíbano Rosa
  • Sândalo
  • Ylang Ylang

Os óleos essenciais de lavanda, bergamota, laranja, manjericão e cedro, em especial, são tiro e queda para relaxar depois de um dia pesado. A lavanda, bergamota, artemísia, limão siciliano, litsea cubeba e camomila romana ainda podem ser usados como ansiolíticos e antidepressivos.

Para obter os benefícios, o melhor é usá-los num difusor ou aromatizador. “Também vale pingar duas gotinhas do óleo num pano e aspirar lentamente o aroma. Só não use o óleo sobre a pele”, ensina Samia Maluf.

Como os óleos essenciais são extremamente concentrados e poderosos, é preciso diluí-los antes de aplicá-los na pele. Para isso, são usados os chamados veículos carreadores, como os óleos de jojoba, amêndoa doce, coco ou de abacate.

Para se ter uma ideia de quão poderosos são OE, algumas gotinhas já podem interferir no efeito de outros medicamentos que a pessoa esteja fazendo uso.

Embora ambos sejam cheirosos, óleo essencial e essência são produtos completamente diferentes. Enquanto o primeiro é natural e possui efeitos terapêuticos, o segundo é sintético, mais barato e produzido em grande quantidade pela indústria. Também é largamente utilizado por ela na produção de perfumes, cosméticos e produtos de limpeza.

Como usar óleo essencial

·         Aromatização no ambiente

Escolha o aroma que mais lhe agrada e pingue algumas gotas no seu aromatizador. Leve-o para o cômodo da casa onde você for ficar por mais tempo

·         Massagens

mulher sendo massageada

Para isso é preciso diluir algumas gotas de óleo essencial em um óleo vegetal da sua escolha. Mas atenção! O uso dos óleos essenciais, requer estudo ou orientação de um profissional. Confira aqui alguns cuidados.

·      Banho

Experimente pingar uma ou duas gotas de óleo essencial no chão do box. O vapor da água vai criar uma sauna aromática deliciosa.

·         Aromatizador pessoal

Esse acessório é um colar aromático. Como está no corpo da pessoa durante todo o dia, é possível destampá-lo a qualquer hora e inalar os aromas do óleo pingado ali.

Compartilhe: