Crie ‘cardápio fora da caixa’ usando alimentos incomuns

Por:

Alguns alimentos se transformaram em sinônimo de comida saudável. A laranja, por exemplo, se tornou indissociável da vitamina C. Até as embalagens dos suplementos dessa vitamina são vinculados à cor homônima. Outros alimentos, porém, ficaram no anonimato. Que tal experimentar alguns deles e criar um “cardápio fora da caixa”?

Outros alimentos mudam o sabor do seu cardápio cotidiano

Os alimentos do “lado B” da quitanda possuem tantos nutrientes quanto os seus primos mais conhecidos. Cuidado, vegetais famosos, que a fila (dos alimentos) anda!

Veja alguns exemplos:

  • Abóbora-d’água
Abobora-d’água

Depois de seca, a abóbora-d’água costuma ser usada para fazer recipientes. No entanto, ela também chamar a atenção por seus benefícios nutricionais. A abóbora-d’água reúne vitaminas do complexo B e cálcio, ferro, manganês, magnésio, potássio e zinco.

Melão-de-São-Caetano

Melão-de-São-Caetano

Conhecido por diversos nomes, o melão-de-são-caetano não parece muito promissor à primeira vista, mas não se deixe enganar pelo aspecto ou pelo odor. Esse fruto é fonte de potássio, cálcio, zinco, magnésio, fósforo e ferro, além de vitaminas A, complexo B, C e E (ufa!). Algumas comunidades do norte do Brasil também fazem chá com a planta em busca de benefícios para a saúde e para tirar mancha da roupa.

Edamame

Edamame

Pratos feitos com o edamame são velhos conhecidos da culinária chinesa e japonesa –seus benefícios são aproveitados há mais de 400 anos. Esses grãos de soja ainda não amadurecidos são fontes de vitaminas B6 e C, fibra, proteína, cálcio, ferro e magnésio.

Ruibarbo

Ruibarbo

Fonte de potássio, cálcio e vitamina A, C e K, quem quer emagrecer e experimenta o ruibarbo não se arrepende. Além de ser nutritivo e de ter baixo valor calórico, ele tem boa quantidade de fibra. Só não exagere: ele pode produzir um leve efeito laxativo.

Pitaia

Pitaia com granola, iogurte e frutas para uma sobremesa fresca

A pitaia tem origem na América, mas conquistou os asiáticos. No oriente, ela é chamada de “fruta dragão”. Além de ser rica em fibras, é fonte de vitamina C, B1, B2, B3, polifenóis, flavonoides, cálcio, ferro e fósforo. Os benefícios não param por aí: as sementes pretas da fruta possuem ômega-3 e ômega-6. A pitaia é um ótimo elemento para incrementar a sua sobremesa.

Leia também: