Dicas para não desistir da rotina de treinos nos dias quentes

Tomar certos cuidados com sua saúde pode te ajudar a encontrar aquela disposição necessária para malhar no verão

Por: Redação Comunicar erro
mulher correndo ao ar livre em um dia ensolarado
Crédito: PixabaySe exercitar pela manhã ou à noite ajuda a evitar mal-estar

Os dias mais ensolarados e abafados típicos do verão chegaram com temperaturas na casa dos 30 graus em várias regiões do país e com sensação térmica batendo os 50 graus no Rio de Janeiro.  Se sair de casa para trabalhar já é difícil, mais complicado ainda é pensar em se exercitar. Mas há quem não abandona a rotina de treinos nem mesmo nesses dias escaldantes. O cuidado com a saúde, no entanto, precisa ser redobrado.

Além da temperatura alta dificultar o rendimento, ela pode vir acompanhada de alguns riscos que incluem desidratação, fadiga, desmaios e até problemas cardiovasculares.

Confira a seguir alguns cuidados e dicas para te incentivar a não desistir de treinar durante o verão:

Escolha o horário adequado

Para minimizar o calor durante a atividade, o personal trainer Vinícius Barbeta recomenda buscar se exercitar em horários com temperaturas mais amenas, logo pela manhã ou à noite. “Caso não seja possível evitar exposição direta ao sol. Lugares arborizados como parques e lagoas podem melhorar a respiração pois a umidade desses lugares é maior”, afirma o educador físico.

Redobre o cuidado com a hidratação 

homem suando
Crédito: Geber86/istockHidratação durante a prática esportiva é essencial para um bom desempenho

Outro cuidado extremamente importante é com a hidratação. O exercício aumenta a temperatura corporal. Como em dias quentes,  o corpo costuma perder mais água através do suor, é preciso repor o que foi perdido. Isso ajudará no funcionamento do sistema de refrigeração corporal, que luta para manter a temperatura interna em 37ºC.

Quando o corpo não é devidamente hidratado durante a prática de atividade física, o reflexo negativo não é só na queda de rendimento, a consequência maior pode ser tonturas, náuseas, desmaios e aquela fadiga terrível.

Além de água pura, outras bebidas também podem ajudar na hidratação. É o caso da água de coco e isotônicos, por exemplo, que ajudam na reposição de eletrólitos perdidos com o suor.

Modere o ritmo, caso seja necessário

Se você costuma correr ou caminhar e isso te deixa mais ofegante durante os dias quentes, considere diminuir o ritmo. Vá aumentando gradualmente, à medida que seu corpo se adapta ao calor. Já se você tem alguma condição médica ou toma remédios vale perguntar ao seu médico se é necessário ter alguma precaução adicional.

Exercite-se em locais mais frescos 

Troque as ruas ensolarados do bairro pelo ar condicionado da academia ou pela sombra do parque. Caso a última opção for a escolhida, evite o horário entre às 10h e às 17h.

Escolha roupas leves

Vestir a roupa certa vai garantir o conforto para que conclua a atividade. A dica do personal trainer Vinícius Barbeta é usar roupas com tecido respirável. “Isso irá ajudar o seu corpo a dissipar o calor durante o exercício”, explica.

Eleja uma outra atividade

Não existe combinação melhor que calorão e piscina. Se durante todo o ano, você frequentou os aparelhos da academia, que tal mudar um pouco e se matricular em uma aula de natação ou hidroginástica? Certamente, esse será um incentivo a mais para te convencer a sair de casa e se exercitar.

Compartilhe: