Saiba que tipo de metabolismo é o seu

Médico classifica o metabolismo em três tipos diferentes; confira as características

Por: Redação
o corpo de um homem e uma mulher
Crédito: SolStock/istockCada individuo tem necessidades nutricionais específicas de acordo com o seu metabolismo

O metabolismo basal é a quantidade mínima de energia necessária para que um indivíduo consiga manter as funções fisiológicas em níveis normais, mesmo estando em repouso. Em outras palavras, é como o nosso corpo queima o depósito de gorduras existente para manter-se vivo.

De acordo com a endocrinologista Rosália Padovani, o metabolismo basal pode variar dependendo do gênero, idade e do nível de atividade de cada indivíduo. “Por exemplo, indivíduos sedentários apresentam um metabolismo basal mais lento que indivíduos extremamente ativos e homens queimam mais calorias que mulheres. Indivíduos jovens apresentam um metabolismo mais acelerado, mas após os 30 anos, principalmente nas mulheres – cujo organismo tem mais tecido gorduroso, o organismo vai se tornando mais lento”, explica a médica professora da Santa Casa de São Paulo.

Em geral, quem tem o metabolismo lento demora mais tempo para transformar as calorias em energia e, por conta disso, ganham peso mais facilmente.

O metabolismo acelerado, por sua vez, faz com que a pessoa queime as calorias mais rapidamente, concentrando menos gorduras, de forma que fica mais difícil ganhar peso.

mulher mostrando a gordurinha na barriga
Crédito: pixinoo/istockQuanto mais acelerado for o metabolismo, menores são as chances do nosso corpo armazenar gordura

Mas alguns estudos diferenciam o metabolismo em mais tipos, além de lento e acelerado. O médico nutrólogo Wilson Rondó Jr., especialista em Medicina Preventiva Molecular e Terapias Antioxidantes, classifica três tipos metabólicos diferentes.

Segundo Rondó, cada paciente tem necessidades nutricionais específicas de acordo com o seu metabolismo, que por sua vez é definido pelos genes.

Para saber o tipo exato, é preciso realizar um teste genético, porém, algumas características podem dar uma ideia. Confira abaixo:

Tipo Proteína

Pessoas com o metabolismo do tipo Proteína têm muito apetite e demoram a se sentir satisfeitas e por isso costumam comer em excesso. É comum também preferirem alimentos bem salgados. Caso consumam muito carboidrato refinado, um grande desejo por doces é mais uma possibilidade.

Esses indivíduos não se adaptam a dietas com restrições a calorias e podem não emagrecer com regimes ou, até mesmo, engordar.

Alimentação recomendada: o cardápio de pessoas desse grupo metabólico deve ser composto por 70% de proteínas e gorduras, e 30% de carboidratos. Segundo Rondó, deve-se controlar o consumo de vegetais, pois esses são ricos em amido, que se transformam rapidamente em açúcar.

Tipo Carboidrato

Indivíduos do tipo Carboidrato sentem pouca fome. Geralmente se satisfazem com três refeições ao dia ou com duas refeições e vários lanchinhos ao longo do dia.

De modo geral, costumam ser pessoas magras e recorrem aos doces ao longo dia para levantar a energia.

Alimentação recomendada:  Diferente do primeiro tipo, essas pessoas não dependem tanto de proteína e gordura. A dieta delas deve ser composta por 60% de carboidratos, preferencialmente, os integrais.

Rondó recomenda evitar o consumo exagerado de carne, leite, feijão e lentilha.

Tipo misto

Pessoas com o metabolismo tipo Misto têm o apetite bem variável. Apesar de gostarem muito de alimentos doces e ricos em carboidratos, costumam ter facilidade em controlar o peso.

Alimentação recomendada: o equilíbrio entre proteínas, carboidratos e gorduras é a chave para manter-se saudável.