4 truques mentais para ter mais disciplina para malhar

O pensamento positivo e a prática diária podem ajudar a alcançar um melhor desempenho e não perder o foco

Por: Redação |
Pessoas andando e correndo no Parque Ibirapuera
Crédito: Alfribeiro/istockPara ter sucesso em qualquer rotina ativa é preciso aprender a trabalhar a mente

Começar a prática de um exercício físico é, para alguns, relativamente fácil, o desafio mesmo é manter a frequência e a disciplina. Especialistas dizem que isso é bem comum e, quando acontece, o segredo está em acessar a reserva de força mental. E como fazer isso? Existem alguns truques que ajudam a melhorar a própria psicologia interna em busca de maior resistência e disciplina.

O psicólogo Justin Ross, especialista em esportes e psicologia do desempenho é taxativo em dizer: “O corpo é como um carro e a mente é como o motorista”. Segundo ele, há uma série de fatores que contribuem para a mente guiar o corpo com resistência mental, mas as principais características são disposição e otimismo.

“A disposição refere-se ao quanto você está inclinado a suportar, seja aceitar a intensidade em um nível físico ou estar determinado a manter seu nível de esforço em um tempo ou distância. É ter a autodeterminação para permanecer na experiência sem recuar ou desistir”, explica Ross.

“O otimismo, por outro lado, é uma crença positiva sobre um estado futuro ou um resultado desejado. Ele nos ajuda a preencher a lacuna entre o que estamos fazendo atualmente e como isso se relaciona com o alcance de nossos objetivos. Acreditando que nosso esforço atual ajudará nossa disposição a manter esse esforço durante o treinamento”, completa o especialista.

Ross desenvolveu alguns  truques mentais que ajudam a manter o foco de corredores, mas que podem ser aplicados em qualquer atividade física. Resumimos aqui quatro deles:

1. Conecte-se ao seu objetivo

Estamos muito mais dispostos a tolerar o desconforto quando sabemos que isso está vinculado a um propósito significativo ou a um objetivo de longo prazo. Um dos truques é lembrar-se do seu objetivo e o quanto ele é significativo para você. Isso pode ser feito durante o aquecimento ou antes mesmo de sair de casa. Fazer isso à medida em que você avança na atividade prepara o terreno para enfrentar o que está por vir. Segundo o especialista, com um forte motivo, você terá mais chances de ter resistência mental para aguentar.

2.  Encontre um caminho, não uma desculpa 

grupo de mulheres malhando na academia
Crédito: yacobchuk/istockPensar em seus objetivos ajuda a manter a motivação

Entenda que tanto a disposição quanto o otimismo são mediados pela fala interna. Nós podemos ser realmente bons em falar sobre os próximos esforços mais difíceis antes mesmo de alcançá-los. Esteja atento às mensagens em sua mente e perceba que você pode mudar seus pensamentos. Quando você começar a sentir desconforto, dê vida a declarações positivas do “eu sou”, “estou disposto a continuar”, “eu sou capaz desse esforço”, “estou otimista de que isso me ajudará a chegar a meus objetivos”.

Se essas declarações não funcionarem, tente uma variação, referindo-se a si mesmo em segunda pessoa, como se você fosse um coach guiando o treino: “você vai terminar”, “você está quase lá” ou “não desista agora”.

3. Treine propositalmente em condições desagradáveis

O tempo ruim (muito frio ou muito quente) proporciona um teste ideal para a resistência mental. Então, tente treinar em um período do dia em que você não está acostumado para alternar seu cronograma habitual e te tirar da zona de conforto.

Se você costuma treinar no fim do dia, experimente acordar bem cedo e ir treinar mesmo com sono e muita preguiça. Use a mesma lógica para fazer o contrário: se você treina cedo, opte por ir malhar alguns dias depois do trabalho, preferencialmente, quando estiver mais cansado.

Segundo Ross, aproveitar esses momentos em que você não se sente tão renovado treinará sua mente e seu corpo para situações desconfortáveis ​​e isso ajuda aprimorar a disposição e o otimismo.

4. Pratique diariamente 

De acordo com o especialista, esses truques que consistem em nos desafiar podem ser aplicados em outros momentos e atividades do dia.  No banho, por exemplo, mude a chave do chuveiro para água fria e experimente a sensação mesmo em dias frios. Tolerar um momento desconfortável a cada dia permite que você aprenda a conexão entre uma experiência física desagradável e os jogos que sua mente pratica para tentar escapar daquela situação. “Os pensamentos começarão a procurar um lugar de refúgio no momento em que seu corpo cruzar o limiar em uma área de desconforto; é aqui que começa a tarefa de desenvolver a resistência mental”, explica Ross.

O especialista diz que cabe a nós o trabalho de decidir se deixamos a mente vencer, e desaceleramos, ou se promulgamos a autodeterminação para atingir o nível desejado de sucesso.

Compartilhe: