Região da USP concentra o maior número de museus da cidade

Por: Publi

Quem nunca foi pro bar na universidade, que atire a primeira pedra! E se você não foi mesmo, tudo bem. Agora, o que não dá, é pra achar que todo mundo só fica no bar e vai para as festas o tempo inteiro durante esse período da vida. E a galera sempre fala isso quando o assunto é a concorrida Universidade de São Paulo (USP), na verdade, a maior concorrência é das atividades e eventos que tem por lá!  

Na região do Butantã, onde a maioria dos cursos ficam instalados, funcionam 14 museus. O distrito da zona oeste fica em primeiro lugar na lista da maior concentração museus devido aos equipamentos culturais da USP e do Instituto Butantan. No entanto, a universidade conta com 17 museus espalhados por toda cidade.

Centro de Preservação Cultural da USP
Centro de Preservação Cultural da USP – Casa de Dona Yayá funciona desde 2002 para com objetivo de abordar temáticas do patrimônio cultural.

Se fosse para listar cada evento, ficaríamos um dia todo falando deles. Cada faculdade movimenta as ruas da USP com seminários, fóruns, semanas especiais e palestras. Em setembro, por exemplo, acontece a tradicional Semana de Arte e Cultura com mais de 150 atividades em cinco campi da universidade.

O lado oeste da cidade também conta com diversos cursos para comunidade interna e externa, entre eles, os de idiomas que acontecem em diversas faculdades. O mais famoso fica na Escola Politécnica.

Se der pra estender o destino, nós indicamos dois lugares com uma programação que vai fazer você sair do mundo universitário: o Centro Cultural Butantã e o CEU Butantã.

Obirin Trio
Obinrin Trio durante apresentação gratuita no Centro Cultural Butantã.

Não é só de cerveja que se vive nos campi. #TáNaSuasMãos quebrar os padrões e dizer #NãoAoRótulo! As atividades estavam o tempo todo por lá, só você não viu!