Informar

Saiba por que as fotografias (no papel) aproximam as pessoas

Daqui a 50 ou 100 anos a nossa história será contada pelos nossos netos e bisnetos através de imagens. Entenda a importância de preservá-las!

Por: Publi

Já imaginou a bad que é guardar as suas melhores e mais importantes lembranças durante 5, 10, 20 anos e de repente perder tudo, ou quase tudo? É o que pode acontecer (se ainda não aconteceu) com as suas fotos digitais.

Aí que está a importância de preservá-las. E a maneira mais eficiente de fazer isso é revelando as fotografias e as colocando em um Fotolivro.

E para ter um material de qualidade, que respeite a história por trás de cada uma das suas imagens, a nossa dica são os Fotolivros produzidos pela Phooto. Eles possuem mais de 30 modelos nos mais variados tamanhos. E o mais legal: toda a montagem é super simples de fazer.

A importância de fazer um Fotolivro, ou de revelar nossas fotos é que ambos protegem as nossas memórias, facilitando o acesso para gerações futuras (nossos filhos e netos, por exemplo) à nossa história, como vivemos e o que experimentamos em uma época totalmente diferente da deles.

Você se lembra das fotos da juventude dos seus pais? Ou as imagens dos bons tempos de rapaz dos seus avós? Lembra como elas foram importantes para você os conhecer e conhecer a si próprio melhor? Elas não eram fotos digitais, não é mesmo. E com certeza serviram para aproximá-los ainda mais.

Porque gostoso mesmo é poder sentar no sofá e, bem acompanhado, folhear um álbum de fotografia ou, nos dias de hoje, um bom Fotolivro, e reviver os momentos que marcaram nossas vidas ou das pessoas que amamos. Quando menos percebemos estamos batendo o maior papo sobre os detalhes daqueles dias mágicos. Pois é, fotografias impressas aproximam ainda mais as pessoas.

Então aproveite enquanto é tempo, revele suas fotografias e faça Fotolivros. Fotografia não foi feita para ser vista no celular, no computador ou no tablet, e sim no papel, no quadro, no álbum. Sua função é contar histórias e aproximar pessoas, até mesmo as que nunca se conheceram.