App motiva alunos do ensino fundamental a aprender ciência e física

A plataforma, em linguagem acessível, é feito com base no conhecimento que as crianças já têm

Por: Redação Comunicar erro

Uma nova ferramenta pode motivar os alunos das séries iniciais do ensino fundamental a explorar as descobertas da ciência e da física. Trata-se de um aplicativo para smartphones que está sendo desenvolvido por estudantes do IFBA (Instituto Federal da Bahia), em Jacobina.

App criado em Jacobina (BA) estimula alunos do ensino fundamental a aprender ciência e física

O app, em linguagem acessível, é feito com base no conhecimento que as crianças já têm. “Além de conhecimentos científicos, tem um viés de motivar o aluno com animações e várias atividades dentro do conteúdo –não só aqueles textos maçantes–, atividades em que ele é posto a resolver desafios”, explica o professor de física Beliato Campos, idealizador do projeto. “Tentamos aproximar essa linguagem que o aluno usa no dia a dia para o conhecimento científico, que é o importante nessas séries iniciais.”

Um dos objetivos é enriquecer a característica lúdica do uso do celular. “Fomos a uma escola aqui em Jacobina para fazer um teste do aplicativo, e todos têm celular”, disse Campos. “Aí, conversamos com a direção do colégio e eles liberaram [os alunos] para, nesses dias, irem com o aparelho. Instalamos, então, o aplicativo, que passou a ser uma ferramenta a mais para o professor naquele momento, tanto na sala de aula quanto em casa.”

App criado em Jacobina (BA) estimula alunos do ensino fundamental a aprender ciência e física

A ferramenta inclui um jogo de perguntas e respostas sobre ciências em diferentes níveis. Quando o estudante erra uma questão, surge um texto explicativo, momento em que é possível intervir e tirar dúvidas sobre o tema. Já a página inicial apresenta temas diversificados. “Quando o aluno acessa cada link, ele tem textos informativos, curiosidades do cotidiano, desafios, animações”, descreve o professor. “A criança percebe que aquilo que ela já conhece sobre o ar, a água e o movimento dos carros se aproxima de uma linguagem científica.”

Para que o aplicativo fosse feito, os idealizadores estudaram as metodologias de ensino utilizadas com alunos do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental. O projeto foi desenvolvido em cerca de cinco meses.

Agora, a intenção é revisar a ferramenta e torná-la disponível para uso público, já que teve boa aceitação, tanto dos alunos quanto dos professores. A expectativa é de que o aplicativo seja oferecido para o público em geral ainda neste ano.

Compartilhe: