Cientista quer criar o Google da memória

Por: Redação |
Por Cristina Luckner, da eduK
Um inventor da IBM quer mudar tudo o que sabemos sobre nós mesmos. Ele quer nos fazer lembrar — de tudo, o tempo todo. James Kozloski, dedicado a trabalhar com neurociência computacional e aplicada, registrou a patente de um invento bem inusitado, que promete ser o equivalente a “dar um Google” na nossa memória.
Um sistema que nos faça lembrar de tudo, o tempo todo?
Um sistema que nos faça lembrar de tudo, o tempo todo?
Seria como um assistente cognitivo que é capaz de aprender tudo sobre você, e então lembrá-lo de um nome que você se esqueceu bem no momento em que você precisa dizê-lo. É, sabe o nome do irmão do marido da sua prima? Não lembra? Sem problemas, está guardado em algum lugar de sua memória e esse assistente cognitivo vai encontrar e “assoprar” para você. 
O “big brother da mente” usa uma combinação de vigilância, automatização do aprendizado e inferência Bayesiana (uma forma de prever acontecimentos, baseado em estatísticas), para reconhecer quando uma pessoa se esqueceu de algo e, então, providenciar essa informação perdida.
Já pensou ser capaz de 'dar um Google' na sua memória?
Já pensou ser capaz de ‘dar um Google’ na sua memória?
Sem dúvida essa invenção ainda nos soa um pouco fantasiosa e é até difícil de acreditar que algo assim poderia existir. Mas, passado o momento “medo” que todos sentimos ao ler uma notícia dessas, até que essa invenção parece uma ótima ideia, não é? O que você acha?
Talvez perderíamos momentos de espontaneidade, situações engraçadas de esquecimento, evitaríamos constrangimentos e nunca mais experimentaríamos aquela sensação angustiante de achar que estamos esquecendo de algo, mas não sabemos o que (quem nunca?).
Não consigo me lembrar porque coloquei essa fitinha no dedo...
Não consigo me lembrar porque coloquei essa fitinha no dedo…
E já pensou usar seu novo melhor amigo, seu assistente cognitivo particular, para se lembrar de tudo o que você já aprendeu na vida? Enquanto essa maravilha dos deuses não chega em terras tupiniquins, precisamos contar com outros tipos de assistência na hora de aprender. Os cursos on-line são uma ótima maneira de acessar conhecimento de forma rápida, e no tempo e espaço que você quiser. Já experimentou? Vem conhecer o projeto Mão Livre, parceria entre o Catraca Livre e a eduK, plataforma de cursos gratuitos voltados à economia criativa. Ao fazer a inscrição no site, você terá acesso a mais de 600 cursos em diferentes áreas, como moda, gastronomia, fotografia, crafts, beleza e outros. Por enquanto, só a eduK mesmo para guardar mais de cinco mil horas de conteúdo na memória. Ah, seu James, corre com esse invento aí!

Compartilhe: