Invenção de garoto gera energia a partir de correntes oceânicas

Por: Redação |

Gavin Ovsak, um adolescente dos Estados Unidos, pensou em uma solução de energia alternativa que pudesse inscrever na premiação Google Science Fair, em que 15 finalistas mundiais de 13 a 18 anos criam seus projetos na sede da empresa, na Califórnia, para que juízes e o público em geral vejam. Testou, então, a eficiência de uma turbina aquática completamente submersa, que pode gerar energia a partir de correntes oceânicas, e foi finalista na categoria de 15 a 16 anos.

Garoto inventa turbina que pode gerar energia a partir de correntes oceânicas

“Depois de pesquisar projetos comuns de turbinas hidráulicas, descobri que os projetos tradicionais são em grande parte semi-submersos e, consequentemente, não podem ser usados ​​em muitas situações”, explicou Ovsak. “Essas situações incluem a captura de correntes oceânicas, por exemplo, ou áreas como países em desenvolvimento, onde pode ser proibitivo o custo de construir uma represa.”

O menino ponderou que esses problemas poderiam ser aliviados e as turbinas hidráulicas se tornariam mais econômicas se pudessem trabalhar completamente submersas sob a água, e poderiam também ser mais eficientes. Ele chegou à conclusão que as aletas que compõem a turbina deveriam ir a favor da água para funcionarem, e não contra ela. Então, o que fez foi girá-las. “Descobri uma relação de engrenagem surpreendente que, teoricamente, proporciona a eficiência ideal.”

Garoto inventa turbina que pode gerar energia a partir de correntes oceânicas

Para testar o projeto, construiu um modelo em escala a partir de itens domésticos. Os testes foram feitos na Universidade de Minnesota. “Com base nos dados comparativos coletados, conclui que a nova turbina alternativa de água seria uma opção viável para aumentar a captação de energia e expandir as oportunidades de extração de energia hidrelétrica.”

Todos os dias, o Quem Inova apresenta o talento de crianças e adolescentes que conceberam as invenções mais interessantes, úteis e curiosas pelo mundo.

Compartilhe: