Hedy Lamarr, a atriz que possibilitou a criação do wi-fi

Por: Redação Comunicar erro

A atriz austríaca Hedwig Eva Maria Kiesler, ou Hedy Lamar, como era conhecida, ficou famosa não só por ser uma das mulheres mais bonitas da história do cinema, mas também por seu espírito revolucionário, dentro e fora das telas.

Hedy tinha uma inteligência fora do comum e criou um mecanismo de comunicação que serviu de base para a telefonia celular. Isso apesar de alguns críticos acreditarem que era uma intérprete medíocre e burra. O Wi-Fi só existe graças a ela.

O sistema criado por ela –o “frequency hopping”– evita a interceptação de mensagens e é usado também nas redes wireless e no GPS atualmente.

A atriz também é protagonista da primeira cena de um orgasmo feminino no cinema. Com apenas 19 anos, estreou “Êxtase”, filme de 1933 sob direção de Gustav Machatý.

Revolucionário para a época, o filme foi o primeiro a abordar a infidelidade cometida por uma mulher e a mostrar nu frontal, mas tornou-se polêmico por outro motivo. Foi a primeira vez que Hollywood mostrava o rosto de uma atriz durante o orgasmo.

Hedy também estrelou o clássico hollywoodiano “Sansão e Dalila” (1949), de Cecil B. DeMille.

Compartilhe:

Tags: #Wi Fi