Jovens de PE criam roupas para idosas com foco na acessibilidade

Por: Redação |

Um grupo de alunas da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) criaram roupas acessíveis para mulheres idosas.

A criação das peças foi o foco do projeto final da disciplina montagem e pilotagem do vestuário, ministrada pela professora Rosiane Pereira Alves no curso de Design do CAA (Centro Acadêmico do Agreste), em Caruaru.

Estudantes de Caruaru criam roupas para idosas com foco na acessibilidade

As alunas levantaram as necessidades relacionadas ao uso das roupas por um grupo de mulheres idosas da Casa dos Pobres, localizada em Caruaru (PE).

Como resultado, as jovens propuseram e executaram soluções práticas, materializadas na criação e confecção de peças do vestuário com foco na acessibilidade individual de cada uma das nove idosas participantes.

Peças do vestuário buscaram a acessibilidade individual de cada uma das nove idosas participantes

O primeiro passo foi o levantamento das necessidades do grupo. Para isso, foram realizadas entrevistas e aferições corporais. Em seguida, no Laboratório de Moda (LabModa), foram realizadas as três etapas do desenvolvimento das peças: corte e montagem do protótipo; correção do protótipo; e corte, confecção e acabamento da peça final.

Depois, houve a prova dos protótipos na Casa dos Pobres para adequação da peça final. Por fim, as roupas confeccionadas pelas alunas foram entregues às mulheres.

Na ocasião, foram realizadas novas entrevistas, mediadas por questionário, para avaliação da vestibilidade das roupas a partir da percepção das idosas.

Movimento Sou Responsável

Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Em pleno ano eleitoral, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a também ser parte das soluções, e não do problema.

Com informações da UFPE

Compartilhe: