Minecraft ajuda reconstruir patrimônios destruídos por guerras

Projeto usa o Minecraft Education Edition, plataforma da Microsoft, e conta com apoio da Unesco

Por: Redação |

Inúmeros monumentos históricos no Oriente Médio foram destruídos por diferentes guerras nos últimos anos.

Essa enorme perda cultural tem um impacto ainda mais significativo para as novas gerações, que nunca poderão visitar ou ter contato com os patrimônios afetados. Mas um projeto está mudando esta realidade, pelo menos de forma virtual.

Minecraft

O History Blocks, que conta com o apoio da Unesco, usa o Minecraft Education Edition, plataforma da Microsoft com caráter pedagógico utilizado em escolas ao redor do mundo.

O projeto teve colaboração de professores que orientaram através de um plano de aulas a construção colaborativa de monumentos destruídos pela guerra no Oriente Médio e que já foram projetados na plataforma.

minecraft
Crédito: DivulgaçãoÀ esq., o Templo de Bel, Templo de Bel, que foi destruído pelo Estado Islâmico/; à dir, ele reconstruído

A estreia do History Blocks aconteceu em fevereiro na Escola Bosque, localizada na zona sul de São Paulo, –reconhecida pela Microsoft e pela Unesco como modelo no uso de tecnologia como ferramenta de ensino no país.

A escola foi escolhida para receber o protótipo do projeto e testar a aceitação da iniciativa pelos alunos. Bem-sucedidas, as recriações digitais de dois grandes monumentos foram 100% completadas pelos estudantes em cerca de duas semanas.

“É surpreendente ver o nível de envolvimentos dos alunos com o projeto. Ao mesmo tempo que resolvem desafios complexos de geometria, lógica e abstração, é possível ver como eles se interessam pela cultura e pelas histórias por trás dos monumentos e de sua devastação”, conta Silvia Scuracchio, diretora pedagógica da escola.

minecraft-mesquita
Crédito: DivulgaçãoÀ esq. as ruínas da Grande Mesquita de Al-Nuri, em Mossul, no Iraque; à dir, ela reconstruída

O projeto já está presente em escolas em mais de 30 países. Qualquer escola que utiliza o Minecraft Education Edition pode acessar o plano pedagógico, que em um primeiro momento está em inglês. O passo a passo também estará disponível no site do projeto (historyblocks.com.br).

O plano pedagógico foi desenvolvido com o apoio do professor Francisco Tupy, um dos principais especialistas em Minecraft no Brasil e referência na aplicação de jogos como método para aprimorar o ensino.

“O projeto com a Unesco abre uma nova possibilidade para alunos de todo o mundo estudarem obras importante da nossa história”, afirma Daniel Maia, gerente de programas acadêmicos da Microsoft Brasil.

Compartilhe: