Pais iniciam campanha para revitalizar calçada no caminho da escola

Por: Redação

Por Cristina Luckner, da eduK

Um grupo de pais do bairro Vila Mariana, na zona sul de São Paulo, se uniu num projeto que ultrapassa os muros da escola onde seus filhos estudam. Eles estavam incomodados com a calçada esburacada na pequena rua que leva até o colégio, o que fazia com que, invariavelmente, os pais e as crianças acabassem tendo que caminhar no meio da rua.

Pais se uniram para revitalizar as calçadas no caminho para a escola
Pais se uniram para revitalizar as calçadas em rua da Vila Mariana, em São Paulo

Resolveram parar de imaginar o que fariam se a rua fosse deles e criaram a campanha “Se essa rua fosse minha”, no site Benfeitoria, para arrecadar dinheiro para a reforma. A meta é atingir R$ 8 mil para revitalizar cerca de 100 metros da calçada da rua Fabrício Vampré.

Além da reforma, os pais vão promover, junto com as crianças, intervenções artísticas, com mosaicos para deixar o caminho mais bonito e divertido. Uma oficina será realizada para o desenvolvimento da técnica com os pequenos. O objetivo é envolver crianças, pais e moradores do bairro, em um projeto para valorizar o espaço público. “Mostraremos às crianças que juntos podemos nos organizar para mudar a realidade à nossa volta”, escrevem na página da campanha.

Carlos, um dos organizadores da campanha, com seus filhos Miguel, à esquerda, e Matias. Eles precisam desviar dos buracos no caminho para a escola
Carlos, um dos organizadores da campanha, com os filhos Miguel, à esquerda, e Matias. Eles precisam desviar dos buracos no caminho para a escola

A campanha, que vai até 26 de fevereiro, é dividida em duas metas, uma para cada metade da calçada. Os valores variam de R$ 50 a R$ 500, e os participantes recebem mimos, de acordo com o valor doado. Se a meta não for atingida, a contribuição volta para o bolso de quem doou. São projetos como esse — e outros que se espalham por aí — que comprovam como a educação e a atuação em rede podem mudar o mundo.

Compartilhe: