Prédio ecológico no RJ une sustentabilidade e transparência social

Por: Redação | Comunicar erro

A ONG Onda Verde lançou um projeto para construir um prédio 100% sustentável e comprometido com o desenvolvimento social de jovens mulheres da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. O empreendimento terá 240 m2 e será totalmente feito de contêineres descartados pelo comércio marítimo, com redução de resíduos no processo construtivo, além de redução nos custos do tempo de execução.

A construção sustentável está dividida em três módulos: casa conceito E3+ educadora + eficiência energética; Loja de Comércio Justo e o Estúdio de Economia Criativa.

A casa conceito E3 será um espaço para visitação pública com aulas de educação ambiental sobre construções sustentáveis. Já a Loja de Comércio Justo apoiará a prática de consumo responsável tendo como base os princípios da Economia Solidária. E, por último, o Estúdio de Economia Criativa será um espaço privilegiado para as atividades de formação e qualificação das jovens mulheres, um lugar inovador e criativo, onde serão realizadas as aulas, oficinas e encontros temáticos.

O projeto passa por um processo de certificação pela GBC Brasil tornando-se uma referência no Estado do Rio de Janeiro, pois será a primeira casa conceito de uma ONG no Brasil a receber o referencial.

O prédio conta com uma estrutura geradora de energia que funcionará como uma central solar fotovoltaica, com potencial nominal de 2,48kWp composta por nove painéis solares capazes de produzir anualmente 3,46 MWh; outra central eólica com potencial nominal de 1.0Kw, vidros de auto eficiência e capas de redução que diminuem em até 99,6% dos raios UV.

Paralelo a isso, o prédio também contará com lâmpadas LED, jardim vertical, telhado verde, paredes de drywall com isolamento térmico e acústico com manta de PET reciclada, captação de água de chuva e biodigestor, louças e metais com baixo consumo de água, pisos e revestimentos com selo de sustentabilidade.

Compartilhe: