Prêmio destaca iniciativas éticas e inovadoras na moda

Por: Redação |
Participantes da primeira edição do Prêmio Rio V.I.É.S Moda
Participantes da primeira edição do Prêmio Rio V.I.É.S Moda
Voltado a micro e pequenos empreendedores da indústria da moda carioca que aplicam práticas éticas e inovadoras em seus negócios, o Prêmio Rio V.I.É.S Moda está com inscrições abertas até o dia 9 de setembro.

Em sua segunda edição, o Instituto Eixo Rio e a Clave de Fá Pesquisa Social e Inovação homenageiam a estilista Zuleika Angel Jones (1921-1976), primeira brasileira a mostrar suas criações no exterior usando cores tropicais e materiais típicos.

“Foi pioneira no uso de pedrarias, peças de bambu, madeira e conchas; fitas de gorgorão, rendas do norte, chita; estampas de pássaros, flores e borboletas, o que até hoje representa o Rio e o Brasil no exterior”,  pontua Alexandre Bojar, articulador de moda do Instituto Eixo Rio.

São duas categorias _ pessoa física e pessoa jurídica _ e quatro eixos: valor social e corporativo, identidade em design, excelência em gestão empresarial e sustentabilidade ambiental.

O vencedor ganha selo de reconhecimento, consultorias especializadas, workshops e bolsas de estudos cedidas pelo Istituto Europeo di Design, em São Paulo, e pela Escola de Arte e Design de Matosinhos, em Portugal.

Lançado em 2015, quando homenageou o estilista Gil Brandão, o prêmio foi uma das soluções desenhadas a partir do resultado da pesquisa “Territórios da Moda Carioca”, realizada pela Clave de Fá. Nela, foi detectado que um dos principais problemas da moda carioca está na gestão, tanto financeira quanto em processos da produção.

“Queremos aproximar os elos da economia criativa da moda e ampliar o número de agentes envolvidos no debate e na articulação de ações para o fomento do setor no Rio”, destaca Elizete Ignácio, diretora-executiva da Clave de Fá e uma das idealizadoras do prêmio.

Por QSocial

Compartilhe: