Professora ensina ioga para melhorar autoestima de presidiárias

Por: Redação Comunicar erro

A professora de ioga queniana Irene Auma se considera uma “guardiã da esperança” que “espalha alegria” no presídio onde atua.

Professora (foto) ensina prática para melhorar autoestima de presidiárias em Nairóbi, no Quênia

Ela fundou o projeto Dentro das Prisões, que ensina a prática para as detentas da prisão Langata, em Nairóbi, de acordo com informações da BBC Brasil.

Seu objetivo é elevar a autoestima e a saúde dessas mullheres por meio das posturas da ioga. “Elas sentem falta de uma vida normal, e faço isso porque é um serviço à humanidade.”

Veja a reportagem completa na BBC

Compartilhe: