Projeto criará centro de experiência sustentável no meio da floresta

Por: Redação |

A devastação da Amazônia, que bateu recordes sucessivos entre 2006 e 2008, foi o incômodo propulsor que fez o biólogo Diego Sangiorgi fundar o Instituto Vector Equilibrium. A iniciativa que atua com foco em tecnologias de inovação social e foi lançada oficialmente no dia 17 de junho de 2013, criou o Projeto Amazônia que tem como objetivo construir um centro de investigação no meio da mata que funcionará como base de intercâmbio de recursos e culturas para mostrar que a floresta vale mais em pé do que derrubada.

A partir da citação de Buckminster Fuller, arquiteto visionário americano inventor dos domos, que diz: “a fim de mudar um paradigma existente você não se esforça em tentar mudar o modelo problemático. Você cria um novo modelo e torna o velho obsoleto”, Sangiorgi reuniu uma primeira equipe de sonhadores para transformar em realidade a construção de um novo designer de estrutura social que funcione em sinergia com a floresta, ao mesmo tempo em que acontece o autodesenvolvimento dos indivíduos envolvidos e o amadurecimento da vida em comunidade.

“Visamos observar, aprender com a natureza e utilizar a biomimética não só para as estruturas e formas, mas também para processos e modos organizacionais. Queremos criar uma nova forma de organização resiliente que evidencia a abundância e resgata valores de confiança e comunhão para promover ambientes que suprem as necessidades básicas, chamadas por nós de cinco ‘as’: água, alimento, ar, abrigo e amor”, conta o biólogo.

A sede do projeto conta com 170 mil hectares de terra, onde uma porção de 30 mil é só floresta. As terras estão localizadas entre os municípios de Juara e Alta Floresta, no Mato Grosso, e foram doadas ao Instituto. “No momento uma equipe de trabalho está construindo uma geodésica nas proximidades com madeira de descarte enquanto outra trabalha diretamente no local para viabilizar acesso à área e mapear pontos de captação de água”, diz Sangiorgi.

A iniciativa conta também com uma campanha de financiamento colaborativo na internet para arrecadar fundos para o translado de São Paulo até o local por meio de um ônibus próprio. Para saber mais é só acessar o site www.vectoequilibrium.

Compartilhe: