Projeto doa calçado para quem tem apenas um pé

Por: Redação | Comunicar erro

Pessoas que têm apenas um dos membros inferiores, sejam elas amputadas ou deficientes de nascença, enfrentam um grande dilema na hora de comprar um calçado novo. O que fazer com pé do sapato que não será usado? Geralmente os unípedes, como são chamados, acabam utilizando o pé contrário para não desperdiçá-lo. Mas isto pode ocasionar problemas de saúde no futuro, além de um grande desconforto.

De olho nesta parcela da população, o Sinbi (Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui), no interior de São Paulo, criou uma iniciativa que visa proporcionar comodidade e inclusão de pessoas que têm apenas um dos pés.

PI 800x600
Projeto Ímpar vai arrecadar calçados para doá-los para os unípedes

Com o Projeto Ímpar, a entidade vai arrecadar calçados para doá-los para os unípedes. Qualquer pessoa ou empresa pode contribuir. Basta entrar no site do projeto (www.projetoimpar.com) e fazer um cadastro. Pessoas com um membro inferior também possuem um campo para se cadastrarem e receber doações. Ambos terão apenas o custo de envio por correio.

Do lançamento do projeto –em agosto– até o momento, já foram arrecadados mais de 2.000 calçados doados pelas indústrias associadas ao Sinbi e também de outras marcas solidárias.

Outro aspecto interessante do projeto é a sustentabilidade. A maioria das fábricas de calçados produz apenas um pé de calçado para ser utilizado de amostra em showrooms e feiras. Ao invés de descartar esses calçados, as empresas poderão enviar para o Sinbi, disponibilizando tal produto para doação. Dessa maneira, contribui com a natureza e com o social.

De acordo com Carlos Alberto Mestriner, presidente do Sinbi, o projeto foi inspirado na atitude solidária e pessoal de Elida Rodrigues, uma moradora de Belo Horizonte que localizou alguns sapatos únicos em uma lixeira e ficou com pena de descartá-los. Com tal gesto, ela encontrou pela vizinhança e, por indicações, pessoas que possuíam somente um pé e realizou as doações.

Mais informações sobre o projeto www.projetoimpar.com

Compartilhe:

Tags: #calçados