Rio de Janeiro ganha app de realidade virtual voltado à educação

Por: Redação Comunicar erro

Um projeto de realidade virtual lançado neste ano no Rio de Janeiro pretende oferecer imagens reais e áudio explicativo sobre alguns dos locais da cidade, suas histórias, a importância geográfica de cada ponto, dados arquitetônicos e fontes de informação. Um dos objetivos é interagir com o currículo escolar e, com isso, favorecer a educação.

Projeto de realidade virtual em prol da educação é lançado no Rio; na foto, Morro do Castelo

Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Em pleno ano eleitoral, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a também ser parte das soluções, e não do problema.

Desenvolvido durante um ano pela Acerp (Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto) e alguns parceiros, o projeto piloto oferece uma experiência virtual imersiva na cidade. Neste momento, o foco para utilização está nas escolas públicas brasileiras.

Trata-se de um aplicativo que roda por meio do celular e de óculos de realidade virtual, percorrendo cinco pontos históricos: Cristo Redentor, Praça Mauá, Lapa, Quinta da Boa Vista e Praça Quinze, até a Ilha Fiscal.

Projeto de realidade virtual para interagir com o currículo escolar é lançado no Rio de Janeiro

“É uma experiência educativa, divertida, inclusiva e que integra a característica multidisciplinar da educação”, diz Caio Leboutte, diretor de tecnologia da Acerp / TV Escola. O app também tem versão em Libras, a língua brasileira de sinais.

O intuito é que secretarias de educação pelo país comprem o projeto, busquem financiamento do MEC (Ministério da Educação) para adquirir os óculos e os celulares e criem bibliotecas virtuais para suas escolas. A plataforma pode suportar conteúdos de diversas cidades e Estados.

Com informações do MEC

Compartilhe: